Legalização e regulação dos jogos de azar brasileiros: os argumentos otimistas

Postado em: 23-06-2021 às 15h32
Por: Redação
Conheça os 4 argumentos mais otimistas | Imagem: reprodução

A discussão entre quem está a favor e contra a regulação do mercado de jogos e apostas esportivas no Brasil já é longa. Com os mídia nacionais acompanhando todos os eventos que vão sucedendo, se torna interessante compreender quais os principais argumentos de quem defende a legalização do jogo. Conheça os 4 argumentos mais otimistas.

O jogo de azar no Brasil está neste momento restrito ao mundo digital. Os brasileiros procuram espaços como Royal Vegas cassino online para se dedicarem às suas atividades favoritas num local que oferece uma grande diversidade de jogos, provenientes dos melhores fornecedores internacionais, e onde podem jogar de uma forma segura e legal.

Apesar de esse espaço ser uma alternativa excelente, no entanto, o povo brasileiro não deixa de estar atento à iminente regulação do mercado digital de jogos e à legalização do jogo físico: duas promessas que integraram, de forma bem intensa, o discurso de campanha de Jair Bolsonaro e que povoam os mídia nacionais desde sua eleição.

Desde o governo de Temer que essa questão era já falada mas, recentemente, declarações oficiais revelaram que os avanços no processo começarão a se tornar visíveis a partir de julho de 2021, aumentando ainda mais a expetativa dos jogadores nacionais sobre as alterações à lei vigente.

Entre quem discute a questão, surgem argumentos otimistas e pessimistas, que apontam os prós e os contras da legalização desse mercado em solo nacional. Dos argumentos negativos se salientam questões de ordem moral e de saúde mental, entre outras.

Hoje, no entanto, estamos nos focando nos argumentos otimistas face à regulação e legalização do jogo brasileiro. Conheça 4 dos argumentos principais de quem defende a legalização.

1. Renovação das leis é importante

A lei que regula os jogos de cassino físico (o único que então existia) no Brasil é datada do século XX, nos anos 40. Bem desatualizada, essa lei viria proibir a existência de estruturas de cassino físico no país, obrigando a que as existentes fechassem e o jogo físico passasse a ocorrer somente em regime de ilegalidade. A ausência de referências ao digital, já que o jogo online não existia quando a lei foi aplicada, criou a possibilidade de que os brasileiros joguem legalmente online, contando que os websites estejam alojados no estrangeiro.

2. Criação da obrigatoriedade de pagamento de impostos

Somente um mercado regulado, com leis concretas e iguais para todas as operadoras, poderá garanti que a tributação devida ao estado brasileiro é efetivamente paga. Se acredita que o pagamento dos impostos relativos aos jogos de azar online será muito positivo para os cofres nacionais, ajudando a melhorar o potencial econômico de nosso país. Dessa forma, indiretamente, a legalização e regulação contribuiria para o melhoramento de sistemas nacionais diversos, se incluindo aqui a saúde e a educação.

3. Criação de espaços mais seguros

A segurança é outra das questões mencionadas, já que a regulação permitiria conhecer melhor quais os websites que cumprem as normas estipuladas e oferecem serviços de maior qualidade. No jogo físico, isso também evitaria o jogo ilegal e todos os seus riscos.

4. Promoção do turismo

Novos operadores demonstraram já o interesse no mercado nacional, nomeadamente com a abertura de cassinos físicos e resorts. Isso seria um potencializador de novas formas de turismo no Brasil, o que seria outra forma de contribuir positivamente para a economia nacional.

Compartilhe: