Sábado, 04 de fevereiro de 2023

Espetáculo da Quasar Cia de Dança será transmitido online no Terça no Teatro

O amor e suas singularidades entram mais uma vez em cena com a Quasar Cia de Dança. As vozes de uma nova

Postado em: 02-08-2021 às 10h10
Por: Pedro Jordan
“Sobre isto, meu corpo não cansa” é o nome do espetáculo, que há sete anos tira suspiros e aplausos do público. A exibição acontece nesta terça-feira (03/08), a partir das 20h no canal do Teatro SESI no YouTube ( www.youtube.com/teatrosesigo). Foto: Divulgação

O amor e suas singularidades entram mais uma vez em cena com a Quasar Cia de Dança. As vozes de uma nova – e feminina – música popular brasileira entoam canções que buscam outras tonalidades e visualidades do tema mais versado por compositores e poetas.

O amor desajeitado e maluco. O amor doce e romântico. O amor passional e avassalador. Tudo sobre o quê nosso corpo nunca cansa.

Segundo a diretora, Vera Bicalho o espetáculo é suave, divertido, leve, com humor inteligente, onde o público se identifica com as cenas. “Nós esperamos com esse espetáculo virtual, que possamos passar essa intensidade para o público. Vamos fazer o possível para que a transmissão seja esse formato, que transporta o telespectador para dentro da imagem e para que ele possa se divertir junto com a gente”, complementa.

Continua após a publicidade

“A expectativa de pisar em um teatro é muito grande. Saber que nós estamos aos poucos podendo retomar as nossas atividades. Ainda sem público e com todos os cuidados e protocolos perante o coronavírus. Mas, mesmo assim, não deixa de ser uma sensação muito prazerosa. O palco pra gente é uma coisa muito mágica”, enfatiza Vera Bicalho.

São 80 minutos de espetáculo com movimentos que contrastam irreverência, velocidade, sutileza e leveza. É uma dança envolvente, que busca na excentricidade de personagens de um mundo inventando a força para provocar encontros. Toda a trama surge às voltas de um amor inspirado pela juventude.

O cenário, revelador e misterioso, infunde uma transparência azul, onírica e concreta, no palco que absorve olhares curiosos sobre o que há em tais coxias. O figurino multicolor exprime ânimos.

E até mesmo em vozes experimentais podemos vislumbrar o amor, com bailarinos ofegantes que se jogam em cenas de um musical, acompanhados por cordas ainda mais inesperadas. O espetáculo se completa com esse elenco apaixonado, preparado para usar os seus melhores artifícios criativos para envolver seu par, o público.

Veja Também