Juntos há 30 anos: paciente recebe pedido de casamento surpresa no Hugo

Marli Fátima de Rosa ficou noiva na enfermaria do Hospital Estadual de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz na manhã desta sexta-feira (1/10)

Postado em: 01-10-2021 às 19h17
Por: Redação
Marli Fátima de Rosa ficou noiva na enfermaria do Hospital Estadual de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz na manhã desta sexta-feira (1/10) | Foto: divulgação

Marli Fátima de Rosa, de 60 anos, foi surpreendida com um pedido de casamento na manhã desta sexta-feira, 1º, na enfermaria do Hospital Estadual de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz (Hugo). De Pires do Rio, ela chegou à emergência da unidade de saúde em Goiânia no dia 11 de setembro. Achava que só ficaria noiva de Alencar Inácio da Silva, de 46 anos, quando voltasse para casa.

Mas Alencar, que mora há quase 30 anos com Marli, pediu autorização ao Hugo e pediu a mulher em casamento. Tudo foi preparado para o momento. Ele levou flores, com autorização da equipe que cuida da paciente, e trouxe felicidade para Marli. “Ele prometeu que se minha tinha apresentasse melhora na saúde ele a pediria em casamento. Porque ele quer viver o resto da vida dele ao lado dela”, conta a sobrinha Marina Aparecida Rosa, de 33 anos, que acompanha Marli no tratamento.

Com flores na mão esquerda, Alencar beijou a agora noiva Marli na enfermaria do hospital após o pedido de casamento. “Hoje não trouxe aliança, mas estou ficando noiva hoje”, se emocionou a paciente. Como brincos, colares, relógios e anéis são proibidos no ambiente hospitalar pelo risco de contaminação por vírus e bactérias, inclusive por Covid-19, o noivado foi selado com palavras de amor e carinho na enfermaria do Hugo.

Continua após a publicidade

“Ela é uma senhora de 60 anos que nunca perdeu a esperança de casar, de realizar o casamento”, descreve a sobrinha. Em tratamento de uma úlcera no esôfago, Marli apresentou quadro de princípio de pneumonia e suspeita de câncer no intestino.

Quadro de saúde

O quadro não é simples, com enfisema pulmonar e escaras nas pernas – ferimentos que surgem por ficar na mesma posição, mas a família deposita na equipe de saúde do Hugo e em Deus a confiança na recuperação da paciente.

Não é a primeira vez que Marli é internada no Hugo. Quando completou 60 anos, no dia 16 de junho, a paciente estava na unidade. A sobrinha lembrou do tratamento que a tia recebeu da equipe do hospital, inclusive com festa de aniversário e bolo.

Expectativa

Desde domingo, 26 de setembro, quando a paciente foi transferida para um quarto na enfermaria, Marina acompanha a tia no Hugo. A expectativa do casal e da família é a de que em breve os dois tenham condições de concretizar o sonho de Marli e fazer o casamento. Como as flores não podem ficar no hospital, depois do pedido, Alencar levou o arranjo embora.

“Hoje é um dia muito alegre da minha vida. Quero agradecer a todas as enfermeiras, todos os meus amigos que estão participando comigo desse momento de alegria junto à minha sobrinha, que eu amo muito e me dá a maior força do mundo. Deus sempre há de estar protegendo a cada um de vocês. Obrigada, meu noivo, pelo presente”, disse Marli em um vídeo gravado para os familiares enquanto segurava a mão do noivo Alencar. Veja o vídeo:

Veja Também