Laterais retornam para confronto diante do CSA; volante ainda é dúvida

Postado em: 14-10-2021 às 11h00
Por: Victor Pimenta
Rezende (esq) começou a transição e Hugo (centro) volta a titularidade | foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

O Goiás terá pela frente nesta sexta-feira (15), um adversário direto na briga pelo acesso de divisão e recebem a equipe do CSA, no estádio Hailé Pinheiro, às 21h30, horário de Brasília. Somente três pontos separam o time esmeraldino, quarto colocado, do azulão, sexto.

Notícia boa para o treinador Marcelo Cabo que após uma sequência desgastante, pôde treinar com mais tempo e assim recuperar os atletas que estavam no departamento médico do clube.

O time que vem sofrendo com desfalques seja por desgaste ou suspensão, poderá ter o time completo novamente. O lateral-direito Apodi chegou a ser relacionado no último jogo, mas horas antes do confronto diante do Náutico sentiu um desconforto muscular e acabou sendo ausência. Ele retorna na vaga de Ivan, que atuou contra os pernambucanos.

Já o lateral-esquerdo Hugo, não atua desde o clássico diante do Vila Nova. Após o confronto, o jogador acabou perdendo sua vaga para Artur. No primeiro jogo pós-clássico estava cumprindo suspensão e no último, diante do Náutico, estava no departamento médico reforçando o preparo físico. Ele também deve voltar a titularidade nesta sexta-feira (15).

O caso do volante Rezende é o mais grave. Ele atuou pela última vez também no clássico diante do Vila Nova, porém, não terminou a partida, saindo ainda no primeiro tempo. Ausência desde o final de setembro, ele tem se recuperado e aprimorado a forma física e no decorrer desta semana, já deu início a transição para os campos. Ele deve estar entre os relacionados, mas não deve iniciar a partida entre os titulares.

“O Apodi e o Hugo já treinam normalmente com o grupo. O Rezende está num processo final de transição e talvez ele já finalize sua transição nesta semana, porque estamos aguardando essa evolução para que ele já retorne treinar com o grupo, já que a lesão dele foi um pouco mais acentuada e precisaram de um pouco mais de cuidado”, disse Marcelo Cabo, na última coletiva.

Em quarto na Série B, uma vitória faz com que o Goiás suba somente uma posição, ficando atrás do líder Coritiba e do vice Botafogo, que já jogou na rodada. Em caso de derrota, o time precisa torcer contra seus adversários se não quiser sair do G-4. CRB (5º) enfrenta o Guarani (7º) também nesta sexta-feira.

Compartilhe: