Homem enterra genro em concreto, após descobrir que ele bateu em sua filha

Postado em: 17-10-2021 às 15h56
Por: Carlos Nathan Sampaio
Crime ocorreu em 2019, e só após um ano de buscas e investigações, o corpo foi encontrado | Foto: reprodução

Uma história digna de filme de terror acabou mal para umjovem de 26 anos morador do vilarejo de Pervomayskoye, na região de Leningrado, Rússia. Vadim Tamkovich namorava Zhanna Melnikov com quem tinha um relacionamento abusivo, porém quando o pai da moça, Vladimir Melnikov, descobriu, convidou o genro para sua casa e deu um tiro contra a região da nuca do rapaz.

Não bastasse o crime, por vingança, o pai da mulher cavou um buraco na parede da garagem, local onde o crime havia sido cometido, e o deixou dentro. Quatro dias após o crime, segundo informações divulgadas, o corpo que já estava em estado de decomposição foi coberto com cimento por Vladimir.

Durante todo o ano seguinte ao assassinato, a ex-namorada e o ex-sogro ajudaram nas buscas pelo corpo da vítima, embora todas as investigações concluíssem que pai e filha fossem os suspeitos do crime.

Um primo de Vadim, afirmou que logo após seu “sumiço”, Zhanna começou a doar os pertences dele, como se já soubesse que o ex jamais apareceria.

Outro motivo que deixou a família Tamkovich intrigada foi que exatamente uma semana após o desaparecimento de Vadim Tamkovich, compras foram feitas no cartão do finado.

O crime ocorreu em 2019, e só após um ano de buscas e investigações, Vladimir Melnikov assumiu a culpa pelo assassinato. Disse que o matou após descobrir que o genro havia agredido sua filha e que o atingiu com um tiro na nuca.

Mas só percebeu o que havia feito quando viu o corpo de Vadim caído no chão. Segundo investigações, Zhanna sempre soube de tudo o que havia acontecido, mas nunca foi acusada de nada e segue em liberdade. Por outro lado, seu pai está preso, e até onde se sabe, aguarda julgamento.

Compartilhe: