Lollapalooza: 2 doses da vacina contra Covid e o uso de máscara será obrigatório no festival

A nona edição do festival está programada e confirmada para 25, 26 e 27 de março, no autódromo de Interlagos (zona sul de São Paulo)

Postado em: 17-02-2022 às 17h35
Por: Eduarda Albuquerque
Segundo a organização, a previsão é de cerca de 100 mil pessoas por dia de evento | Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (17/2), o Lollapalooza Brasil confirmou que o comprovante de vacinação, seja ele físico ou virtual, será obrigatório e deverá constar o registro de no mínimo duas doses da vacina contra Covid-19. O uso de máscara será obrigatório, sendo permitida a retirada apenas para consumir alimentos e bebidas no local. Além disso, pontos de álcool em gel estarão disponíveis nas dependências do autódromo.

A nona edição do festival está programada e confirmada para 25, 26 e 27 de março, no autódromo de Interlagos (zona sul de São Paulo). Segundo a organização, a previsão é de cerca de 100 mil pessoas por dia de evento.

“A segurança dos fãs, dos artistas e do staff é a principal prioridade do Lollapalooza Brasil, por isso o festival tem uma equipe 100% dedicada em estabelecer os cuidados e em colocar em prática os protocolos necessários”, diz comunicado.

Continua após a publicidade

Programação

Devido a Covid, o Lollapalooza foi adiado diversas vezes. No início, o evento estava agendado para 3, 4 e 5 de abril de 2020, foi transferido para 4, 5, e 6 de dezembro, e posteriormente confirmado nos dias 10, 11 2 12 de setembro de 2021.

Os nomes nacionais de peso e destaque nos festival são Emicida, Alok, Pabllo Vittar, Gloria Groove, Djonga, Fresno, Jup do Bairro, MC Tha e Rachid.

Os valores do ingresso variam entre R$ 495 e R$ 4.100. A compra pode ser realizada no site oficial do festival.

Veja Também