Suspeito é detido em Goiânia por manter cadela sem água e comida dentro de gaiola de ferro

A cachorra apresentava sinais de desnutrição e foi encaminhada para receber atendimento veterinário

Postado em: 18-02-2022 às 16h50
Por: Eduarda Albuquerque
Depois de sua recuperação e do aval do Poder Judiciário, o animal será disponibilizado para adoção | Foto: Reprodução

Na tarde da última quinta-feira (17/2), o tutor de uma cadela foi preso por maus tratos ao animal. O homem mantinha a cadela dentro de uma pequena gaiola de ferro, sem água potável e sem alimentação adequada no Residencial Recanto do Bosque, em Goiânia.

A cachorra apresentava sinais de desnutrição e foi encaminhada para receber atendimento veterinário. Tudo aconteceu após a Policia Civil receber um e-mail do Grupo de Proteção Anima, que fez com que os agentes se direcionassem até a residência para averiguar o caso. No local, a cadela foi encontrada extremamente magra e presa em uma gaiola de ferro, sem espaço para se mover e no meio das próprias fezes.

Pessoas que realizaram a denúncia informaram para a polícia que o animal estava há meses naquela situação e que era alimentada uma vez por semana. Como “justificativa”, o “tutor” alegou manter o animal preso porque ele matava as galinhas que ficavam espalhadas no quintal da residência.

Continua após a publicidade

O homem foi preso em flagrante e direcionado para a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (DEMA), onde fez seu depoimento e segue detido pela Justiça. O agressor responderá pelo crime de maus-tratos a animais com pena de até cinco anos de reclusão.

Adoção

Após ter sido encaminhada para o Hospital Veterinário São Francisco de Assis, onde recebeu atendimento veterinário, a cachorra ficou sob os cuidados do Grupo Vida Lata. Depois de sua recuperação e do aval do Poder Judiciário, o animal será disponibilizado para adoção.

Veja Também