Vereador pede prorrogação dos prazos para pagamento do IPTU em Goiânia  

O número é bem menor ao aumento repassado aos contribuintes, que supera os 45%

Postado em: 21-02-2022 às 18h44
Por: Stéfany Fonseca
O número é bem menor ao aumento repassado aos contribuintes, que supera os 45% | Foto: Reprodução

Em meio à polêmica no valor do IPTU, o vereador Lucas Kitão pediu prorrogação do prazo para pagar a primeira parcela, que expira nesta segunda-feira (21/2). O pedido foi protocolado no Paço Municipal, mas não obteve retorno.

A solicitação vai de encontro com a última manifestação do MP-GO, a favor da Ação, que solicita, que o aumento no teto do IPTU não ultrapasse os 10%. O número é bem menor ao aumento repassado aos contribuintes, que supera os 45%.

 “O que pedimos é um prazo maior, que permitirá àqueles que farão o parcelamento uma segurança para que o goianiense não pague a mais do que deveria e tenha a devida segurança jurídica”, justifica Kitão. 

Continua após a publicidade

Além do processo de judicialização, há também uma movimentação do Paço para incluir aos 45% de teto o índice inflacionário.

Na semana passada a Sefin alterou de “bom” para “regular” o estado de conservação dos imóveis que consta no registro cadastral. A proposta reduz o valor do IPTU devido ao impacto no valor venal da construção.

Veja Também