Perigos na internet: a Importância da proteção de dados na web

É sempre importante se atentar aos diversos crimes virtuais, que sempre estão em processo de mutação

Postado em: 26-02-2022 às 12h41
Por: Iara Godoi
É sempre importante se atentar aos diversos crimes virtuais, que sempre estão em processo de mutação | Foto: Reprodução

No mundo atual, é praticamente impossível pensar em viver o presente sem a tecnologia. As mudanças com a chegada da internet são notáveis no cotidiano e a todo momento vemos a necessidade de se estar conectado. Com o novo recurso, além dos diversos benefícios, também são apresentados alguns riscos, como a segurança e proteção de dados na web.

“É visível o aumento do uso da internet com a nova organização mundial por conta da Covid-19. Além disso, é um imensurável mundo de dados e informações se propagou de forma exponencial. Juntamente com tal crescimento, crimes e golpes migraram para esse ambiente, tendo em vista o anonimato e dificuldade de rastreamento existente no mundo virtual.” Comenta o coordenador do curso de análise de sistemas e ciências da computação da Estácio, Daniel Gomes de Oliveira.

Os crimes virtuais são diversos, e sempre estão em processo de mutação.“Eles [os criminosos] sempre aprimoram as suas técnicas, e diariamente as pessoas são bombardeadas com matérias cuja temática está direcionada a crimes ocorridos no ambiente virtual. Nota-se, contudo, que há uma regulamentação, uma lei a qual versa contra a impunidade de pessoas que executam atividades ilícitas”, afirma Daniel. 

Continua após a publicidade

A lei citada pelo professor é a LGPD (Lei Geral de Proteção aos Dados), que entrou em vigor no Brasil em agosto de 2021, com o objetivo de regular as atividades de tratamento de dados pessoais, penalizando as empresas que retêm dados e acabam promovendo vazamentos. Um exemplo de informações protegidas são os dados entregues às instituições financeiras.

“Em paralelo à LGPD, temos outras ferramentas legais voltadas à segurança dos dados e punição de pessoas que utilizam os dados de terceiros para fins criminosos, tais como o Procon, o Ministério Público Federal, o Ministério Público Estadual, dentre outros”, explica o coordenador.

É sempre importante checar e se precaver quando o assunto é internet. Cuidados simples como colocar senhas diferentes em sites diferentes e não cadastrar o cartão de crédito ou dados pessoais em sites não verificados ou pouco conhecidos podem evitar problemas como o roubo de dados pessoais.

Veja Também