Dia mundial da Síndrome de Down: uma iniciativa da ONU para inclusão plena dos portadores

Essa data se deve ao fato da doença ser reconhecida por três cópias do cromossomo 21, 21/3

Postado em: 21-03-2022 às 16h34
Por: Cecília Sampaio
Essa data se deve ao fato da doença ser reconhecida por três cópias do cromossomo 21, 21/3 | Foto: Reprodução

Dia 21 de março é reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Mundial da Síndrome de Down. Essa data se deve ao fato da doença ser reconhecida por três cópias do cromossomo 21, 21/3.

Esse dia representa a luta por desigualdade, ilusão e bem estar pelos portadores da síndrome. Outra coisa que pedem é o reconhecimento do nome Trissomia 21 como nome oficial. 

O Centro de Especialidades Fono Baby Kids alerta que o tratamento para a, e não doença, deve ser tratada desde o primeiro dia de vida, ajudando o bebê com a “pega” correta na amamentação. Esse processo de desenvolvimento com profissionais deve estar presente em todo o desenvolvimento do portador.

Continua após a publicidade

O desenvolvimento intelectual dos portadores varia, podendo ser combinada com outras comorbidades, como Autismo e Apraxia de fala na infância. Um dos ideais é mostrar que mesmo tendo Síndrome de Down eles podem muito bem ter uma vida normal e acima de tudo respeito com sua condição, com os direitos de inclusão da ONU assegurando sua inclusão plena e efetiva na sociedade.

No Brasil a cada 5 mil pessoas 3 mil são portadores de Síndrome de Down, que já foi comprovado que sua origem é genética. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) cerca de 300 mil pessoas têm Síndrome de Down no Brasil.

Veja Também