Jornalista Gloria Vanique processa Globo para ter mesmo salário que Rodrigo Bocardi e César Tralli

Postado em: 11-04-2022 às 13h10
Por: Alexandre Paes
A apresentadora pede uma reparação e equiparação salarial em relação aos seus colegas que também eram âncoras | Foto: Reprodução

A jornalista Gloria Vanique está processando a Globo na Justiça do Trabalho. A apresentadora pede uma reparação e equiparação salarial em relação aos seus colegas que também eram âncoras, como Rodrigo Bocardi e César Tralli. Ela foi coapresentadora do Bom Dia São Paulo e comandou o programa entre 2012 e 2020, além de estar a frente da bancada nas folgas dos titulares.

De acordo com uma apuração feita pelo portal Notícias da TV, Gloria descreveu em seu processo que exercia função de apresentadora, mas não era remunerada de acordo com o seu cargo. A ação foi protocolada no ano passado e ainda não tem previsão para ser julgada.

Gloria foi contratada pela emissora em 2007, e durante oito anos recebeu como repórter. Em 2017, chegou a ter uma melhora salarial, o aumento foi relacionado ao status de “repórter de rede” (aqueles profissionais que podem ser aproveitados nos noticiários nacionais como: Bom Dia Brasil, Hora 1, Jornal Hoje, Jornal Nacional e Jornal da Globo).

No processo, a jornalista não estipula um valor para a Globo pagar. Ela deixa a decisão para o judiciário em relação aos elementos que foram apresentados, conforme apurou a coluna. Trata-se de uma prática até comum em processos de equiparação.

Foi nessa mesma linha o processo da âncora Adriana Araújo contra a Record no ano passado. Na ocasião, a Justiça deu ganho de causa para Adriana e reconheceu que ela recebia menos do que deveria. A Justiça ordenou um pagamento de cerca de R$ 500 mil.

A coluna apurou que o processo corre no Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP) em segredo de Justiça. Ainda não houve a primeira audiência, mas fontes do jurídico da emissora e amigos próximos de Gloria confirmaram a existência do processo.

Compartilhe: