Cursos profissionalizantes em formato EAD são oferecidos para os alunos do Novo Ensino Médio

Os cursos são disponibilizados no Portal NetEscola e possuem a carga horária de 200 horas; a plataforma é acessada por 15.700 estudantes da rede estadual de ensino

Postado em: 15-04-2022 às 18h53
Por: Jennifer Neves
Os cursos são disponibilizados no Portal NetEscola e possuem a carga horária de 200 horas; a plataforma é acessada por 15.700 estudantes da rede estadual de ensino | Foto: Reprodução

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) disponibilizou no Portal NetEscola cursos profissionalizantes à distância para estudantes do período noturno ou que moram em zona rural e utilizam o transporte escolar. Acessado por 15.700 estudantes, o projeto disponibiliza cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC).

Criado com o objetivo de auxiliar a entrada dos jovens no mercado de trabalho, cada aluno deve concluir ao menos um curso por ano. De acordo com a Seduc, todos os alunos da 1ª série do Ensino Médio  da rede estadual de ensino, que estudam à noite ou residem na zona rural e utilizam o transporte escolar, estão inscritos na plataforma.

Eles escolhem entre seis cursos oferecidos para completar a carga horária anual. São eles: Assistente Administrativo, Assistente Financeiro, Assistente de Logística, Auxiliar Agropecuário, Assistente de Vendas, Assistente Técnico de Produção e Manejo Agropecuário. Cada curso profissionalizante tem certificado de 200 horas.

Continua após a publicidade

Novo Ensino Médio

De acordo com a superintendente de Ensino Médio da Seduc, Osvany Gundim, os cursos em EAD resolvem um dos principais desafios da implantação do Novo Ensino Médio: a carga horária dos estudantes das categorias citadas acima. As turmas diurnas do novo Ensino Médio possuem carga horária semanal de 30 horas.

“A matriz do noturno é de 25 horas (semanais). Não tinha como esses alunos saírem mais tarde da escola. E em algumas escolas, por causa do transporte escolar, não era possível aumentar o número de aulas presenciais”. É permitido pelo Ministério da Educação (MEC) que  30% da carga horária do noturno e 20% da carga horária do diurno seja ofertada em EAD. 

Atualmente, há cerca de 217 mil estudantes matriculados no Ensino Médio da rede pública estadual de ensino em Goiás, sendo que 40 mil (18%) estudam à noite. Os cursos profissionalizantes à distância são facultativos e compõem a parte flexível do currículo (Itinerários Formativos). Além das disciplinas facultativas, os estudantes do Novo Ensino Médio participam das aulas obrigatórias da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), do Projeto de Vida, das Trilhas de Aprofundamento e outras.

Veja Também