‘Estourei a cabeça dela porque ela passou na minha frente’, diz motorista após atropelar modelo

Postado em: 17-04-2022 às 14h45
Por: Jennifer Neves
Adriana Felisberto, que conduzia o veículo, apresentava sinais de embriaguez e recusou fazer o teste do bafômetro; veja o vídeo | Foto: Reprodução

Na noite da última sexta-feira (15/04), uma motorista supostamente embriagada atropelou a modelo Luísa Lopes, de 24 anos, em Vitória (ES). Logo após o acidente, Adriana Felisberto Pereira, de 33, que conduzia o veículo, apareceu em um vídeo afirmando que “estourou” a cabeça da jovem, porque ela passou na frente do carro. 

“Eu tenho (consciência do que aconteceu). Quero meu carro pra trabalhar e olha como meu carro está”. Em seguida, uma policial adverte a corretora de imóveis dizendo “a senhora está preocupada com o carro, você acabou de estourar a cabeça de uma menina. Então, pelo menos, fique em silêncio”. 

Na sequência, Adriana responde que ” estourei a cabeça dela porque ela passou na minha frente.” A motorista negou fazer o teste do bafômetro e foi levada até o presídio por dirigir embriagada. Veja:

De acordo com o auto de prisão em flagrante registrado, os policiais foram informados no local do acidente, que a vítima teria sido atropelada por outro carro e arremessada contra o automóvel de Adriana. Ela chegou a ser socorrida com vida pela equipe do SAMU, mas não resistiu e morreu no local.  

As polícias Civil e Militar não esclareceram até o momento se o sinal estava fechado para a vítima ou para a motorista. Policiais militares que estiveram no local do acidente acreditam que o veículo estivesse em alta velocidade.

Antes do atropelamento, Adriana esteve em um bar com a irmã, que estava com ela no carro. Policiais apontaram sinais de embriaguez na corretora, mas ela negou ter ingerido bebida alcóolica. “Eu estava no bar com a minha irmã e ela estava bebendo. Eu bebi água”, disse.

Segundo familiares de Luísa, ela estava no último período da faculdade de Oceanografia e planejava se mudar para o Canadá após o fim da faculdade. 

No Twitter, uma amiga de Luísa desabafa sobre o caso. “Estão vendo o rosto dessa mulher? Visivelmente drogada? Ela matou a minha amiga ATROPELADA, além de arrastar o corpo dela ainda queria tirar da frente do carro pra FUGIR. Não deixem mais uma tragédia cair no esquecimento, vamos pedir justiça pela Luisa Lopes”

Compartilhe: