Marketing Tradicional ou Digital: Saiba qual é a melhor estratégia para utilizar na sua empresa

Postado em: 22-05-2022 às 10h00
Por: Vitória Coimbra
Com MBA em Neurociências aplicada ao marketing, Tatiana Garcia, CEO de uma agência de comunicação, esclarece os principais diferenciais de cada estratégia e como colocá-las em prática nos negócios | Foto: Reprodução

Em um mundo globalizado e cada vez mais digital e competitivo, as tendências de mercado e o comportamento do consumidor seguem em constante mudança e transformação. Com a ascensão e a multipolaridade da internet e das tecnologias, as mídias digitais vêm se transformando em ótimas vitrines de divulgação de produtos e serviços, além de uma poderosa ferramenta de comunicação entre as marcas e seu público. Panfletos em papel e propagandas pagas em veículos de comunicação tradicionais, como TV, rádio e jornais impressos estão cada vez menores e os anúncios online e parcerias com influenciadores digitais na divulgação e comunicação das empresas com o público aumentam cada dia mais.

Para manter-se competitiva e atraente aos olhos de seus clientes e parceiros, uma empresa deve ir além da venda para fidelizar seu público. É necessário conseguir uma identidade sólida e forte, além de agregar valor aos seus produtos e serviços para, então, estabelecer a melhor estratégia de vendas e de comunicação. Nesse sentido, o marketing atua como a ciência responsável por criar, comunicar e entregar valor para o cliente, por meio de estudos e estratégias, visando a competitividade e lucro da organização e funcionando como um poderoso recurso para o seu posicionamento e comunicação com o público-foco. Já o marketing digital traz ações e estratégias com foco em veículos online e, cada vez mais, atrai a atenção e investimentos das grandes marcas e empresas.

Segundo a publicitária Tatiana Garcia, fundadora e CEO de uma agência de comunicação, para traçar ações e estratégias eficientes e condizentes para a empresa ou marca, é necessário combinar a essência do marketing tradicional com as vantagens e facilidades do digital. “No momento mercadológico atual, onde tudo precisa ser rápido, o marketing digital tem se destacado por conseguir chegar ao público-alvo de forma mais ágil e assertiva. Porém, empresas que só buscam pelo digital, sem uma boa base sólida do que chamamos de marketing tradicional, ou seja, uma boa construção de marca, posicionamento efetivo e uma minuciosa pesquisa de mercado, não conseguem se sustentar no mercado por muito tempo e suportar as mudanças, reestruturações e atualizações”, explica. 

Pensando em esclarecer os principais diferenciais de cada estratégia, Tatiana pontua, a seguir, os principais direcionamentos do marketing tradicional e digital e como colocá-los em prática nos negócios.

Marketing Tradicional

O marketing tradicional vai muito além de investimentos caros em publicidade e propaganda em grandes veículos. “O marketing tradicional, que eu costumo chamar de marketing ‘raiz’, é a base estrutural para qualquer negócio. Um bom posicionamento de marca e um bom estudo de mercado são a base sólida de qualquer campanha, seja ela de curto, médio ou longo prazo”, esclarece a CEO.

Segundo ela, antes de criar e investir em estratégias de vendas e divulgação, é preciso levantar o maior número de informações possíveis da empresa e do mercado que a cerca. Ter o conhecimento das forças, fraquezas, oportunidades e ameaças da organização, bem como informações da concorrência e dos potenciais clientes é fundamental para traçar um plano de marketing efetivo e personalizado. “É preciso saber interpretar as informações e os resultados das pesquisas e levantamentos realizados, a fim de utilizá-los a seu favor. Se você não conhece sua marca a fundo, corre o risco de perder a forma como se comunica e se relaciona com o seu público”, explica. “Quando temos um bom posicionamento e uma boa visão de mercado, é possível prever as fraquezas e ameaças que podemos ter durante uma campanha, a fim de evitar dores de cabeça e prejuízos futuros”, complementa.

Marketing Digital

Com investimentos para todos os bolsos, o marketing digital vem sendo a estratégia mais procurada pelas marcas. Dos microempreendedores à grandes nomes do mercado, a presença nas mídias sociais vem se tornando peça fundamental da comunicação das organizações para com o seu público final. “O marketing digital vem sendo uma forma eficaz e prática de comunicação entre a marca e o público. Além de ser considerado a forma mais acessível financeiramente de divulgar produtos e serviços, com ele é possível testar anúncios sem grandes investimentos, bem como mensurar resultados em tempo real”, explica Tatiana. Com maior alcance de pessoas e potenciais clientes, a estratégia digital permite segmentar campanhas para determinados públicos e regiões. “Com resultado rápido e, muitas vezes, instantâneo, é possível mensurar resultados e interações em tempo real, o que facilita e aproxima o relacionamento da marca com o cliente”, completa.

Mas, afinal, qual escolher?

A especialista em marketing diz que deve se escolher os dois. “Um complementa o outro. O marketing é a base do negócio como um todo, ele que irá dizer onde a marca quer chegar. Já o marketing digital é o combustível para fazer chegar lá, ou seja, é o processo pelo qual o negócio irá se mostrar ao público. Ambos possuem papéis diferentes dentro da marca, mas se complementam no plano de marketing e nas estratégias e ações da empresa”, explica. (Especial para O Hoje)

Compartilhe: