Feriado de 24 de maio foi sancionado há quase 70 anos, em documento feito a mão: veja

Postado em: 23-05-2022 às 19h21
Por: Ana Bárbara Quêtto
O feriado foi decretado há 66 anos | Foto: Reprodução.

Nesta terça-feira, dia 24 de maio, comemora-se o dia de Nossa Senhora Auxiliadora, Padroeira de Goiânia. O feriado foi decretado no dia 3 de setembro de 1956, de um modo curioso hoje tido como curioso – por um documento feito a mão. O feriado municipal irá valer em Goiânia, Iporá, Leopoldo de Bulhões e Senador Canedo.

Primeira Catedral de Goiânia | Foto: Reprodução.

História da origem do feriado

Na década de 40, em Goiânia, uma imagem de Nossa Senhora Auxiliadora veio emprestada de São Paulo para a missa campal de batismo inaugural da cidade. A imagem ficou exposta na Praça Cívica, em um altar durante toda a missa. Com isso, esposa do então Governador do Estado de Goiás, Dona Gercina Borges, tinha intenção de colocar sob a proteção da Nossa Senhora Auxiliadora a cidade de Goiânia.

Apesar de vir emprestada, a imagem ficou na cidade e o local onde a missa foi celebrada acabou se tornando a primeira Catedral de Goiás, onde a imagem se encontra até hoje. Essa história fez com que a Câmara Municipal de Goiânia criasse uma lei que deu o título de Padroeira de Goiânia à Nossa Senhora Auxiliadora. Como homenagem, o feriado municipal foi decretado na data em que se celebra o dia de Nossa Senhora Auxiliadora, 24 de maio.

Veja imagens do documento que instituiu o feriado, assinado pelo então prefeito da cidade, João de Paula Teixeira Filho (1955-1959):

Foto: Reprodução.
Foto: Reprodução.

Abertura do comércio no dia 24

Todos os shopping da cidade estarão abertos, entretanto o horário de fechamento será antecipado. Araguaia Shopping, Flamboyant, Passeio das Águas, Shopping Cerrado irão fechar as 22h. Já o Goiânia Shopping fechará as 22h30 e o Bougainville as 20h. Os lojistas também poderão abrir suas lojas durante o feriado.

Compartilhe: