Mais de 10 milhões de crianças vivem em família com menos de R$300 por mês

Dados compilados pela Fundação Abrinq revelaram que, nos últimos cinco anos, aumentou em mais de 2 milhões o número de crianças que

Postado em: 14-07-2022 às 16h25
Por: Lorenzo Barreto
10,5 milhões de pessoas com menos de 14 anos têm menos de R$ 303 para se alimentar | Foto/Reprodução

Dados compilados pela Fundação Abrinq revelaram que, nos últimos cinco anos, aumentou em mais de 2 milhões o número de crianças que têm renda familiar de até um quarto do salário mínimo no Brasil. Isso significa que 10,5 milhões de pessoas com menos de 14 anos têm menos de R$ 303 para se alimentar, comprar roupas, medicamentos e gastar com momentos de lazer por mês.

Esses dados foram extraídos da última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do IBGE, e revelam, na visão dos especialistas, um problema social grave, com impacto econômico, educacional, de segurança e saúde pública.

Isso ocorre porque uma criança inserida em uma família que se encontra nessas condições não consegue ter acesso a uma alimentação saudável. Sem comida de qualidade, ela não se concentra nos estudos e precisa começar a trabalhar mais cedo para complementar a renda da casa. A tendência é que esse ciclo de fome, desnutrição e baixa renda leve à perpetuação da pobreza desta criança e da família dela.

Veja Também