Desafio mortal: entenda por que consumir muito álcool de uma só vez pode levar a morte

O caso do um sul-africano de 23 anos que morreu após tomar um litro de licor em um bar na cidade de Limpopo ganhou repercussão

Postado em: 14-07-2022 às 17h24
Por: Ícaro Gonçalves
Após consumir uma garrafa de licor com alto teor de álcool, o rapaz sul-africano passou mal e morreu. Entenda o que pode causar a morte | Imagens: Reprodução/Redes sociais

O caso do um sul-africano de 23 anos que morreu após tomar um litro de licor em um bar na cidade de Limpopo ganhou repercussão nessa quinta-feira (14/7).

O jovem participava de um desafio, e caso conseguisse beber uma garrafa inteira do licor Jagermeister, cujo teor alcoólico é de 35%, ele receberia um prêmio avaliado em cerca de R$ 60. Enquanto era filmado, ele era apoiado por outros homens ao redor.

Após cumprir o desafio, o rapaz passou mal e desmaiou. Ele foi levado ao hospital da região de Mashamba, mas já chegou ao local sem vida. O caso segue sob investigação da polícia local.

Continua após a publicidade

O consumo de bebidas alcoólicas já comum entre os humanos há milênios, mas ingerir grandes quantidades de uma vez só pode ser fatal, como foi o caso do sul-africano e tanto outros já noticiados. Mas por qual motivo?

Segundo o médico Paulo Olzon, clínico da Escola Paulista de Medicina (Unifesp), o álcool desacelera o sistema nervoso central, causando mudança de comportamento na pessoa logo após a ingestão de bebida.

Quando a pessoa bebe rapidamente, a bebida é absorvida rapidamente pela parte digestiva, o que aumenta a concentração etílica no sangue.

“Não há tempo do organismo metabolizar aquele álcool e transformá-lo em gás carbônico [que sai do corpo pela respiração] e água [que sai pela urina]”, explicou ao portal G1.

Por causa disso, uma área do cérebro afetada pelo efeito tóxico do álcool pode desligar funções vitais, como a que controla a respiração e o coração. Como consequência, pulmão e os batimentos podem param de funcionar.

Também existe a possibilidade de a pessoa sofrer uma queda de pressão e consequente vômito. “Se ela aspirar esse vômito, ele entra nos pulmões, que ficam encharcados de álcool, e causa uma parada respiratória – que afeta diretamente os batimentos cardíacos”.

Leia também: Supermercado é notificado por vídeo com menores de idade utilizando bebidas alcoólicas

Veja Também