Após quase ter a cabeça esmagada por ônibus, motoqueiro mostra o estado de capacete; Veja

Após salvar a vida do jovem Alex Silva Peres, de 19 anos, o capacete usado por ele foi encontrado completamente destruído. O acidente ocorreu na segunda-feira (18/7), ao dar de cara com um ônibus, que passou por cima do garoto, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.

Postado em: 19-07-2022 às 16h05
Por: Ana Bárbara Quêtto
Mesmo ainda tonto, Alex saiu debaixo do ônibus, tirou o capacete e se deitou no chão novamente | Foto: Reprodução

Após salvar a vida do jovem Alex Silva Peres, de 19 anos, o capacete usado por ele foi encontrado completamente destruído. O acidente ocorreu na segunda-feira (18/7), ao dar de cara com um ônibus, que passou por cima do garoto, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.

No entanto, Peres não presenciou somente um acidente. Sua cabeça permaneceu em baixo do veículo, com o capacete, em direção a roda do ônibus, que o empurrou por alguns segundos. Devido o objeto, o menino sobreviveu.

Alex mostrou o utensílio para o RJ1, que, depois da batida, está irreconhecível. Ele afirma que o objeto de segurança salvou a sua vida e que “o capacete é importante, é para proteger mesmo”.

Continua após a publicidade

Imagem do capacete após o acidente | Foto: Reprodução/RJ1

O rapaz saiu da situação apenas com poucos machucados e escoriações, assim como sua moto. “Se eu estou sem capacete já era”, diz.

“Ali foi Deus. Quando o ônibus parou, estava tonto. Não conseguia respirar. Aos poucos, fui voltando, consegui sair, tirar o capacete, mas deitei no chão de novo pra me recuperar”, lembra ele, que saiu do local andando.

Leia também: Justiça condena padaria de Goiânia a pagar indenização de R$ 200 mil à confeiteiro por acidente irreversível

O acidente

Por volta das 7 horas de ontem, o motoqueiro, ao entrar em uma curva, perdeu o controle do seu automóvel, caiu e foi para embaixo da roda do ônibus. Como o veículo popular também fazia a curva, estava em baixa velocidade.

Dessa forma, o motorista conseguiu frear a tempo. Mesmo ainda tonto, Alex saiu debaixo do ônibus, tirou o capacete e se deitou no chão novamente. Em seguida, com a ajuda de alguns pedestres, ele se levantou e saiu.

Câmeras de segurança da escola Pingo de Gente, em Belford Roxo, capturaram o momento exato do acontecimento. A diretora, Tatiana Cândido, estava na frente do portão e viu tudo.

“Eu estava no portão e vi o acidente, sai na mesma hora para ver se o rapaz precisava de ajuda. Foi um milagre ele ter sobrevivido”, contou ao g1.

Já os pais e familiares da vítima ficaram assustados. Ao chegar em casa, Alex pediu que os pais, Carla e Alexandre, o levassem para um hospital. O casal ficou confuso, mas, logo depois de verem o capacete, agradeceram o filho por sempre usar o item de segurança.

Leia também: Adolescente morre atropelado após cair de ônibus em Goiânia

Veja Também