Esposa de Stênio Garcia desabafa sobre acusações de agressões: “Estão infernizando nossas vidas”

Após o registro do momento polêmico envolvendo o ator Stênio Garcia e sua esposa, Marilene Saade durante uma entrevista ao vivo para o programa "A Tarde é Sua", a mulher do artista desabafou sobre a repercussão do caso nas mídias sociais e as acusações de agressões contra o seu marido.

Postado em: 22-07-2022 às 13h59
Por: Victória Vieira
Na quinta-feira (21/7), Marilene fez um texto em uma publicação no seu perfil do Instagram | Foto: Reprodução

Após o registro do momento polêmico envolvendo o ator Stênio Garcia e sua esposa, Marilene Saade durante uma entrevista ao vivo para o programa “A Tarde é Sua“, a mulher do artista desabafou sobre a repercussão do caso nas mídias sociais e as acusações de agressões contra o seu marido.

“Minha vontade era sair do Brasil, mas a gente não está com fôlego financeiro para isso. Estão infernizando nossas vidas, podem destruir a imagem que você leva”, desabafou Saade em entrevista ao ao site “Notícias Da TV“.

Na quinta-feira (21/7), Marilene fez um texto em uma publicação no seu perfil do Instagram. Ela relata que está muito abalada com a situação, mas agradeceu todo o apoio que vem recebendo de amigos e familiares.

Continua após a publicidade

“A gente acha que é super-herói e da conta de tudo e meu corpo avisou quando tive herpes e disfunção no exame de sangue e continuei até ter a crise nervosa e perder o equilíbrio em público”, escreveu. “Eu tenho estado muito mal porque me desequilibrei e mais ainda com tanta acusação e agressão de pessoas que não me conhecem”, finalizou.

Relembre o caso

Stênio Garcia, foi retirado à força em uma entrevista por sua esposa, Marilene Saade. O artista estava falando com o youtuber e jornalista Marcos Bulques na noite de quinta-feira (14/7), durante o lançamento do livro da atriz Beth Goulart. 

De acordo com Saade, ela estava tentando colocar a máscara de proteção contra a Covid-19 em Stênio, pois ele não pode ser infectado pelo vírus. O ator está inserido no grupo de risco, já que ele tem 90 anos.

“Estou sob pressão, querem o quê? Que eu me mate? Ok, posso não ter sido educada. Mas eu não fui educada para proteger a pessoa que é meu companheiro há 24 anos”, pronunciou através dos storys da rede social.

Veja Também