Bezerra que nasceu com duas cabeças surpreende moradores de fazenda na Bahia; “Nunca tinha visto um caso desse”

Uma bezerra que nasceu com duas cabeças surpreendeu os moradores de uma fazenda na cidade de Macaúbas, no sudoeste baiano. Nesta quinta-feira (21/7), o caso ganhou mais visibilidade após o vigilante, Elidan Oliveira Souza, postar um vídeo dela nas redes sociais.

Postado em: 22-07-2022 às 18h57
Por: Ana Bárbara Quêtto
A bezerra nasceu na segunda-feira (18/7), mas, apesar dos esforços feitos pela família que vive na residência, ela acabou não resistindo e morreu na manhã de ontem (21/7) | Foto: Reprodução

Uma bezerra que nasceu com duas cabeças surpreendeu os moradores de uma fazenda na cidade de Macaúbas, no sudoeste baiano. Nesta quinta-feira (21/7), o caso ganhou mais visibilidade após o vigilante, Elidan Oliveira Souza, postar um vídeo dela nas redes sociais.

O homem de 36 anos pedia para que as pessoas orassem pela vida do animalzinho. Devido a anomalia genética, o animal não conseguia ser amamentado por uma vaca. Assim, teve que ser amamentado com um bico adaptado.

A bezerra de duas cabeças nasceu na segunda-feira (18/7), mas, apesar dos esforços feitos pela família que vive na residência, ela acabou não resistindo e morreu na manhã de ontem (21/7).

Continua após a publicidade

“Nunca tinha visto um caso desse, é raro. O veterinário iria vê-la no dia em que ela faleceu, não deu tempo”, lamentou Elidan, que possui apenas duas cabeças de gado no povoado Tapera do Peixe, na zona rural do município baiano.

“É uma coisa rara de acontecer, um caso inusitado. Minha filha ficou impressionada, porque nunca tinha visto essa situação inusitada”, disse Elidan ao g1.

Leia também: Luísa Mell ao resgate: mulher da casa abandonada dá ‘mata leão’ para evitar que ativistas resgatem animais; assista

Durante os quatro dias de vida do bicho, a filha de Souza, Élida Sousa, de 12 anos, teve pouco contato com a bezerra. “A vaca, a mãe, não deixava a gente encostar nela. A gente queria colocar a bezerra para mamar, fazer o procedimento certo”, contou o vigilante.

Caso raro

Segundo especialistas, animais com anomalias genéticas geralmente nascem sem vida, ou morrem logo após o parto. Para o biólogo Tiago Freitas, poderia surgir um segundo bezerro, gêmeos univitelinos.

“Algo fez que não houvesse a separação correta deles. Daí, temos fatores como a consanguinidade e a presença de substâncias tóxicas como fatores de uma mutação”, explicou o biólogo ao g1.

Ou seja, uma mutação fez com que a segunda cabeça fosse formada. “O processo de mutação gerou essa segunda cabeça e obviamente ele tende a não se manter. A mutação é algo natural, ela acontece, mas não sempre. É da natureza”, concluiu.

Leia também: Homem é preso suspeito de matar cachorro de namorada por ciúmes em Goiânia

Veja Também