Quinta-feira, 26 de janeiro de 2023

Bola na tomada?: Entenda nova tecnologia da Fifa para a Copa do Mundo 2022

Desenvolvida pela Adidas, a bola tem um sensor de toque e movimento em seu interior

Postado em: 03-12-2022 às 08h20
Por: Mariana Fernandes
Desenvolvida pela Adidas, a bola tem um sensor de toque e movimento em seu interior | Foto: Reprodução/Internet

A Fifa sempre surpreende com suas inovações a cada Copa do Mundo, que prometem melhorar o desempenho do jogo. Além do impedimento semiautomático, que visa reduzir o tempo para a checagem da posição irregular de um atacante, a bola do Mundial, viralizou na internet com uma novidade: um chip interno que é carregado antes das partidas.

Desenvolvida pela Adidas, a bola tem um sensor de toque e movimento em seu interior. O objetivo do sensor, é fornecer informações precisas para os árbitros de vídeo (VAR) e evitar erros durante o mundial. Os dados captados no interior da bola são combinados com o rastreamento de jogadores, que é feito a partir de câmeras ao redor do campo de futebol.

 Foto: Divulgação/Adidas

Veja também: Brazilcore: marca da periferia vira tendência de moda na Copa

Continua após a publicidade

O sensor é alimentado por uma bateria recarregável, que pode ser carregada por indução. Para que a tecnologia não influencie no uso do objeto pelos jogadores, esse sensor é protegido por um sistema de suspensão. A “bola conectada” coleta sensores de movimento de 500 Hz, que modificam a forma como os dados de uma partida de futebol são coletados. Com eles, é possível rastrear a localização, o impacto e o movimento de cada chute dentro de campo, a uma taxa de 500 quadros por segundo. Você sabia?

Veja Também