24 de maio de 2018 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Violência
07/04/2018 | 12h30
Suspeito de matar mulher transexual em motel é preso em Aparecida
Jovem, de 27 anos, estava escondido na casa do pai. Crime aconteceu no dia 25 de março, em Itaberaí

Foi preso o suspeito de espancar uma mulher transexual até a morte dentro de um motel, em Itaberaí. De acordo com as investigações, o jovem, de 27 anos, teria combinado um programa sexual com a vítima e cometeu o crime após descobrir que ela era transexual. O feminicídio aconteceu no dia 25 de março.

Testemunhas relataram que o rapaz combinou um programa com Cleide Aládio Zaramarine Neto, de 33 anos, em um ponto de prostituição do município. No dia seguinte, o corpo da vítima foi encontrado no motel por funcionários. O jovem abandonou o carro no estabelecimento e fugiu.

A suspeita da polícia é de que o rapaz espancou Cleide até a morte após descobrir que ela era transexual e não era operada. As investigações determinaram que o crime foi “cruel e brutal” pela quantidade de sangue no quarto. Em um primeiro momento, existia a hipótese de que a vítima teria sido morta a facadas, mas o Instituto Médico Legal (IML) liberou laudos que apontaram somente espancamento.

O suspeito estava em Aparecida de Goiânia, na casa do pai. Ele já possui passagens pela polícia e vai responder por homicídio qualificado, em que a pena varia entre 12 e 30 anos de prisão.

 Com informações do G1.
Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)