Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Coluna

Alego pode convocar SSP sobre déficit na PCGO

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 20 de maio de 2020

A Assembleia Legislativa deverá aprovar e oficializar
convocação do secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, para
que ele preste esclarecimentos na Comissão de Segurança Pública. A intenção da
Casa é ter detalhes sobre a falta de estrutura da Polícia Civil no estado,
especificamente por conta da demora no chamamento de 100 aprovados no último
curso público para delegado de polícia. O prazo da seleção pública expira nesta
sexta-feira (22). “Temos que convocar o secretário com urgência. Queremos
explicações e a presença dele serviria até mesmo para que possa nos apresentar
um cronograma de nomeação dos concursados”, defendeu o deputado delegado
Humberto Teófilo (PSL), que apresentou o pedido em conjunto com a bancada da
segurança pública: delegado Eduardo Prado (sem partido), Major Araújo (PSL) e delegada
Adriana Accorsi (PT).

Dois lados

O requerimento pela convocação de Rodney Miranda será votado
hoje na Comissão de Segurança Pública da Alego. Major, Teófilo e Eduardo cobram
a nomeação desde o início do mandato, quando estavam na base do governo.

Continua após a publicidade

Demanda

O Ministério Público Estadual enviou recomendação à PCGO
para que realize novo concurso público para escrivães, agentes e delegados, mas
segue sem resposta.

Dura realidade

Investigação mostra irregularidades no quadro de servidores,
com 45% dos cargos vagos e delegados presentes em apenas 34% dos 246 municípios
goianos. Outros 42,3% sequer contam com qualquer servidor policial.

Educação

O vereador Denício Trindade (MDB) apresentou projeto que insere
a disciplina de “cooperativismo e educação financeira” na matriz curricular da rede
municipal de ensino de Goiânia. Proposta vai à Comissão de Constituição e
Justiça.

Justificativa

A proposta chega no momento em que a prefeitura suspende
contratos de professores e inicia, parcialmente, a oferta de aulas remotas. O
vereador argumenta que a nova disciplina terá reflexos em cenários econômicos
no futuro.

Adiamento

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEMRJ),
sinalizou que a data das eleições municipais deve ser adiada em razão da
pandemia. Grupo de deputados e senadores será criado na próxima semana para
debater o assunto.

Como fica

A tendência, de acordo com Maia, é postergar a data do
pleito, marcada para o dia 4 de outubro, sem qualquer prorrogação de mandato
dos atuais prefeitos e vereadores.

À tramitação

Para que haja a mudança, os parlamentares precisam alterar a
Constituição, que determina, em ano eleitoral, a votação de primeiro turno no
primeiro domingo do mês de outubro e o segundo turno no último domingo de
outubro.

CURTAS

– O ministro da Educação, Abraham Weintraub, voltou a
defender em live a manutenção de data do Enem neste ano.

– Segundo ele, cerca de 63% dos inscritos já fizeram a prova
em outros anos e outros 12% são os chamados treineiros.

– Vereadores, liderados por Romário Policarpo, encamparam
pedidos pela reabertura das atividades na região da Rua 44.