Coluna

Alternativas a Maguito ganham espaço no DEM

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 01 de setembro de 2020

A resposta de Vanderlan Cardoso (PSD) às sinalizações de
Daniel e Maguito Vilela (MDB) para composição com o DEM na disputa pela
prefeitura de Goiânia surtiu efeito e, para governistas, aumentam as chances de
retorno do senador ao pleito com o apoio do Palácio das Esmeraldas. Ainda
pré-candidato oficial, o deputado federal Francisco Júnior admitiu na primeira
sabatina da FECOMÉRCIO com prefeitáveis que “o PSD tem vários nomes, inclusive
aqui mesmo”, em referência à presença de Vanderlan no auditório. Ao mesmo
tempo, ganha força no DEM a pré-candidatura do deputado federal Zacharias Calil,
que se animou com a possibilidade, segundo percebem alguns palacianos. Além
disso, a apresentação de nome próprio em capitais faz parte de recomendações do
presidente nacional da sigla, ACM Neto. Ambas alternativas, claro, dependem da
confirmação de aposentadoria de Iris Rezende.

Para salário

O TCM/GO fechou relatório atualizado sobre os gastos
destinados pelo FUNDEB a prefeituras goianas em 2018. O documento mostra que
97% (R$ 2,5 bilhões) foram dedicados à remuneração de servidores e obrigações
patronais.

Aplicação diversa

Apenas 3% (R$ 67,6 milhões) dos recursos foram utilizados
para outras despesas como aquisição, manutenção e construção de instalações e
equipamentos; material didático-escolar ou programas de transporte escolar.

Principal

Do total de recursos para Educação naquele ano, 57% foram
enviados pelo FUNDEB enquanto que os outros 43% são originários das próprias
administrações locais.

Sinais

Enquanto Daniel Vilela (MDB) nada postou desde o anúncio de aposentadoria
de Iris Rezende, o pai, Maguito, repostou publicações do próprio prefeito de
Goiânia, além da ex-deputada Íris de Araújo e de Gustavo Mendanha.

‘Lealdade’

Maguito ainda comentou postagem sobre a história do
prefeito: “Tenho orgulho de viver esta gloriosa história ao lado de Iris
Rezende há 40 anos, sempre com companheirismo e lealdade”, escreveu.

Crescimento

O movimento pela volta de Iris ganha corpo entre vereadores
e a direção municipal do MDB. São distribuídos vídeos e jingle nas redes e adesivos
presencialmente.

Decurso de prazo

Alguns pré-candidatos em Goiás seguem com os dedos cruzados
observando as próximas sessões do TSE, que deve analisar direitos de políticos
que foram declarados inelegíveis por condenações da Justiça Eleitoral em 2012.

É que…

O prazo da punição, pela regra, terminaria em outubro, data
original das eleições. Só que a pandemia forçou a transferência para novembro.
Consulta relatada por Edson Fachin responderá se os inelegíveis poderão entrar
na disputa.

CURTAS

– Conselheiros do TCE decidem dia 16 a mesa diretora para o
biênio 2021/2022, com presidente, vice e corregedor geral.

– Eleição às 15h no Plenário do Tribunal. Votação e apuração
serão transmitidas pelo canal do Tribunal no Youtube.

– Escola Superior do
MPGO promove nesta semana webinars sobre temas fiscais, criminais e controle de
convencionalidade.

 

Compartilhe: