Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Coluna

Base aliada na Alego cai para 22 deputados; líder quer chegar a 25

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 02 de fevereiro de 2021

Venceslau Pimentel 

Quando a
segunda quinzena de fevereiro chegar, a base aliada deve passar a contar com 25
deputados, dos 41 com cadeira na Alego. É o que projeta o líder do Governo,
Bruno Peixoto (MDB), considerando que esse contingente não vai provocar sustos
na votação de matérias do Executivo, como aconteceu em sessões ordinárias em
dezembro, quando o governo não conseguiu número suficiente para aprovar
matérias. “Com esse quórum, vamos aprovar as propostas do Governo. Essa margem
é segura”, pontua. Hoje, Peixoto diz que a base governista conta com 22
deputados, número que já chegou a 29, no início do governo, em 2019. Ele
adianta que a articulação também é feita pelo Palácio das
Esmeraldas.

Aliança

Continua após a publicidade

Escolhido
líder de seu partido, o Solidariedade, na Câmara dos Deputados, composta por 14
parlamentares, o goiano Lucas Vergílio, que havia declarado apoio ao emedebista
Baleia Rossi, já começou o trabalho de aproximar a bancada de Arthur Lira, novo
presidente da Casa. 

Punição? 

Caberá ao
vereador emedebista Anselmo Pereira, 1º secretário da mesa diretora e
presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara de Goiânia,
decidir se vai acionar Gabriela Rodart (DC), por não usar máscara no plenário e
nos corredores da Casa. 

Suspensão 

O site da
Alego aponta que 94,4% dos internautas que acessaram o projeto de lei do
deputado Paulo Cezar Martins (MDB) aprovam a matéria que prevê a paralisação do
processo de privatização de estatais do Estado, enquanto durar a pandemia.
Motivo: queda no preço de venda. A Celg GT é uma delas. 

Demanda
local 

Diante do
recrudescimento da pandemia do novo coronavírus em Goiás, com projeção de
disseminação de uma nova variante que aumenta o contágio, deputados da oposição
na Alego defendem que o governo estadual priorize leitos para atender à demanda
dos pacientes goianos. 

No
cardápio 

O senador
Vanderlan Cardoso (PSD) registrou visita, em seu gabinete, em Brasília, ontem,
do vice-governador Lincoln Tejota (Cidadania) e o colega de plenário Luiz
Carlos do Carmo (MDB). Na agenda, nova mesa diretora do Senado e política
goiana. 

Fisgado 

Na leitura
do deputado petista Rubens Otoni, o centrão fisgou o governo Bolsonaro, com a
vitória de Arthur Lira, que foi soldado de Eduardo Cunha, defenestrado da
presidência da Câmara Federal.

Reconhecimento 

Ex-ministro
e ex-prefeito de São Paulo, o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab,
lamentou a morte de Maguito Vilela, classificando-o como “grande gestor e que
fará grande falta na política nacional”. 

Nos
planos 

Mesmo
não endossando carta ao Congresso Nacional de secretários estaduais da Fazenda,
o governador Ronaldo Caiado já avalia a possibilidade de instituir auxílio
emergencial, nos mesmos moldes do programa do prefeito Rogério Cruz, mas com
critérios e valores diferentes.

CURTAS 

– Ronaldo
Caiado recebe hoje, às 11 horas, os jogadores do Vila Nova, que conquistou o
título da série C, e agora sobre mais um degrau, chegado à série B. 

– Autor do projeto que institui a Semana
de Prevenção ao Câncer do Cólo do Útero e Colorretal, o deputado Antonio Gomide
destinou R$ 500 mil ao Hospital do Câncer de Anápolis e R$ 250 mil ao de
Goiânia.