Coluna

Ex-tucanos se tornam alvo de disputa na base caiadista

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 06 de março de 2020

Depois de comemorações internas no PSDB pelo processo de
expulsão, os deputados Diego Sorgatto e Tião Caroço passam a ser alvos de
disputa entre parlamentares e presidentes de partidos da base do governador
Ronaldo Caiado (DEM) – todos com objetivo de se fortalecer para as eleições
municipais de outubro. “Continuamos com ótimo relacionamento com todos no PSDB
e conseguimos chegar a esse acordo. Estava desconfortável e a definição pela
expulsão foi inclusive tomada em um almoço comigo, o Diego, o presidente Jânio
Darrot, deputado Talles e outras lideranças”, admite Tião Caroço, com alívio de
ao “deixar o maior partido de oposição ao governador”. Para a legenda, a saída
dá mais liberdade para que os parlamentares estruturem candidaturas em suas
bases eleitorais e, se forem eleitos prefeitos, abram vagas para que suplentes
tucanos retomem as vagas do partido na Alego.

A disputa

Nos encaminhamentos de votos pela derrubada de veto a
projeto de reestruturação do MPGO, o presidente Lissauer Vieira indicou: “Vou
orientar o deputado Tião Caroço pela bancada do PSB, já que ele deve se filiar
ao meu partido”.

Pelo interior

“Podemos conversar e é um partido muito simpático”, disse o
deputado. À Xadrez, Tião antecipa usar o feriado de semana santa para “decidir
junto às bases”. Podemos e PP também cortejam o deputado de Formosa e da região
norte.

Unidade

Já Sorgatto, depois não unir a base caiadista em Luziânia no
ano passado, espera usar a nova liberdade para agregar também o grupo do rival
Wilde Cambão (PSD) na cidade.

Transferência

Iris Rezende dá posse às 9h ao ex-deputado Samuel Belchior
(MDB), que troca o ladeado político de Caiado por secretaria extraordinária na
prefeitura. Pelo acordado, Belchior terá papel fundamental no projeto eleitoral
em Goiânia.

Missão dada

Oficialmente, Samuel trabalhará contra o vácuo de
planejamento sobre as tantas obras da gestão irista. O foco é criar unidade na
administração com centro na Seinfra e ramificações em pastas que perderão
secretários candidatos.

Compromisso

A organização interna é avaliada como ponto central para que
o prefeito consiga cumprir a improvável promessa de entregar todas as obras
iniciadas neste ano.

Integração

A Comissão de Constituição e Justiça da Alego aprovou
projeto da Mesa Diretora que cria o Parlamento Metropolitano de Goiânia e do
entorno do Distrito Federal. O colegiado será composto por deputados e
vereadores das regiões.

Mantidos

Sem Romário Policarpo (Patriota), restam três vereadores
pré-candidatos à prefeitura: Cristina Lopes, que sairá do PSDB pela janela em
direção ao PL; Paulinho Graus (PDT) e Felizberto Tavares, que deve trocar PL por
Podemos ou PRTB. 

CURTAS

– Começa no próximo dia 19 e vai até 8 de abril o período de
inscrições para o concurso da prefeitura de Goiânia.

– Os interessados realizam cadastro pelo Centro de Seleção
da UFG. Serão 1.500 vagas para vários órgãos públicos.

– Há ainda no Paço expectativa de Samuel Belchior atuar
também na articulação política e eleitoral. A conferir.

 

Compartilhe: