Coluna

Helio Telho ironiza Gilmar Mendes por livrar advogados de ação penal

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 05 de outubro de 2020

Vanceslau Pimentel 

Procurador
da República em Goiás e membro do Núcleo de Combate à Corrupção, Helio Telho
ironiza a decisão de Gilmar Mendes, que suspendeu ação penal da Lava Jato
contra advogados do Rio de Janeiro. “Finja surpresa”, comentou. O ministro do
STF atendeu pedido da OAB no processo que envolve advogados da Fecomércio do
Rio de Janeiro, sobre denúncia do M
inistério
Público Federa de desvio de mais de R$ 15O milhões da entidade fluminense.
Entre os profissionais citados, que teriam recebido dinheiro por trabalho não
executado, estão Cristiano Zanine e Roberto Teixeira, que defendem o
ex-presidente Lula; Ana Tereza Basílio, contratada pelo governador afastado
Wilson Witzel; Frederick Wassef, ex-representante da família Bolsonaro. 

Molho
tucano

Em ação
direta de inconstitucionalidade ajuizada pelo PSDB, o STF declarou
inconstitucional dispositivos da Lei Orgânica do Ministério Público de Goiás,
como, por exemplo, 
o licenciamento do cargo para disputa eleitoral e a filiação
partidária a membro do MP. 

Forçar
barra 

Incomodada com
o assédio ao prefeito Iris Rezende, para que tome posição em relação ao
processo eleitoral, a primeira-dama Iris de Araújo resolveu entrar na conversa.
“Acho desrespeitoso ficar forçando o Iris a dar declarações públicas sobre o
encerramento de sua vida política administrativa”. 

Tal e qual 

No périplo diário por Goiânia,
o candidato a prefeito do MDB adotou slogan quase similar ao de Iris Rezende,
nos mutirões que fazia em várias regiões da capital. Ele tem denominado as
mini-carreatas com a marca Maguito nos Bairros.  

Bate-pronto 

O prefeitável Vanderlan Cardoso
(PSD) tem investido na desconstrução do discurso da continuidade
administrativa, por entender que a população quer mais que isso. Que é a
inovação de gestão pública. 

Dia a dia 

Ex-ministro da Saúde no Governo
de Dilma Rousseff, o deputado federal por São Paulo, Alexandre Padilha (PT),
acompanha os primeiros passos da prefeitável petista Adriana Accorsi, em suas
andanças por Goiânia em busca de votos.  

Imbróglio 

A manifestação de apoio da
Associação dos Magistrados Brasileiros à indicação do desembargador Kassio
Nunes para o Supremo Tribunal Federal vem causando mal-estar, depois que juízes
de Goiás criticaram o ato. 

Isenção 

Presidente da Asmego, Patrícia
Carrijo teve que se posicionar sobre o assunto, por meio de nota, para dizer
que a entidade não participou da decisão, e defende juízes na carreira no
STF. 

Alvo
errado 

Repercutiu entre os deputados a
ação da Polícia Civil na residência do ex-presidente da Assembleia Legislativa,
José Vitti, em mandado de busca e apreensão. Mas o alvo não era ele, pois a
casa, em um condomínio fechado, em Goiânia, é alugada.
 

CURTAS 

– A destinação de recursos da
Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, no valor de R$ 98 milhões, está na
agenda de hoje do governador Ronaldo Caiado. 

– Juízes responsáveis pela
propaganda eleitoral em Goiânia vão definir hoje o processo de transmissão do
horário eleitoral o sorteio da ordem de veiculação do primeiro programa em
rede. 

Compartilhe: