Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Coluna

Iristas admitem dificuldade para novo projeto eleitoral em Goiânia

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 09 de julho de 2020

Apesar do discurso público de defesa e confiança em possível
candidatura à reeleição de Iris Rezende, lideranças do MDB reconhecem em
conversas reservadas com a Xadrez que as condições para o pleito deste ano são
bastante diferentes das encaradas pelo prefeito nas últimas três eleições em
Goiânia, quando tinha total favoritismo. Segundo apuração da coluna, vereadores
e auxiliares consultados admitem que o cenário apresentado na parte política da
última pesquisa instituto FoxMappin/O Hoje não surpreendeu, já que a
rejeição de Iris era conhecida em patamares percentuais semelhantes em
aferições internas. “Temos alguns ônus e muitos bônus de termos a liderança do
Iris e o desgaste é uma realidade. Depende bastante também de quem serão os
adversários”, avalia um irista. A pesquisa mostra que 52,7% dos eleitores na
cidade não votariam em Iris, caso o prefeito busque a reeleição.

Projeções

Os aliados ao prefeito acreditam partir do patamar de 31,3%
que votariam no prefeito, enquanto 15,9% não têm decisão tomada. Avaliação é de
que a maior dificuldade seria ganhar novos votos em caso de segundo turno.

Continua após a publicidade

Transferência

Além disso, há quem aponte no MDB a possibilidade de que
alguma das tantas candidaturas de oposição “emplaque” já no primeiro turno e
abocanhe as faixas de rejeição e indecisos, em “cenário mais preocupante”.

Alternativa duvidosa

“A pesquisa ainda não mostrou nomes, mas definiu que, caso
Iris não seja candidato, a escolha do substituto será sensível”, completa um
aliado do prefeito.

No debate

Em vídeo postado ontem, o ex-governador Marconi Perillo
crava o retorno ao debate político em Goiás, com ataques diretos ao governador
Ronaldo Caiado (DEM).

Conteúdo

O tucano defende o “diálogo permanente” do governo com
empresários e trabalhadores para que Goiás vença a atual crise, “no momento em
que a intolerância reina e arrogância tenta prevalecer aqui e em outros
cantos”.

Reclama aí

Dados da Controladoria-Geral do Estado mostram que, no
primeiro semestre, 54% dos acessos ao Sistema de Ouvidoria foram relacionados à
covid-19. Em seguida ficaram solicitações voltadas ao trânsito (8%) e ao plano
de saúde dos servidores (8%).

Abrangência

O sistema, apelidado de CoronaInfo, engloba a
Ouvidoria-Geral do governo estadual e as 45 ouvidorias setoriais de diversos
órgãos. Foram 53.418 atendimentos nos primeiros seis meses do ano, entre atendimentos
pontuais e manifestações.

Atendimento

O Ministério Público ajuizou ação civil pública contra a
prefeitura de Goiânia e a Amma para paralisar duplicação da Rua da Divisa, no
Setor Jaó. Além de reclamações de moradores, há irregularidades no
licenciamento ambiental da obra.

CURTAS

– Em atendimento ao decreto estadual de isolamento, o TCE
segue sem atendimentos presenciais até segunda-feira (13).

– Em inédita votação eletrônica secreta, o Órgão Especial do
TJ indicou advogados em lista tríplice para o TRE-GO.

– Foram escolhidos Vicente da Rocha Junior, Sérgio Cordeiro
e Talita Hayasaki, para vaga de Juiz Membro Titular.