Coluna

MDB ocupar cargos no governo é especulação, dizem caiadistas

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 11 de setembro de 2021

Especulações em torno de uma eventual participação do MDB no governo aumentaram depois que três dos quatro integrantes da bancada do partido na alego divulgaram carta em que formalizam aliança política e administrativa com o governador Ronaldo Caiado. Paulo Cezar Martins, que não assinou o documento subscrito pelo líder do governo, Bruno Peixoto (charge), Humberto Aidar e Henrique Arantes – disse ter informação não oficial de eventual indicação de emedebistas, a começar pelo Detran. No entanto, fontes palacianas sustentam que não passa de especulação, e que essa possibilidade pode vir a ocorrer quando Daniel Vilela oficializar apoio à aliança político-partidária. E mais: ocupação de cargos ocorrerá caso Caiado seja eleito, em 2022.  

Fora do radar 

Há ainda a informação de que não está no radar do governo uma minirreforma que seja do secretariado, e que é pontual Pedro Sales, presidente da Goinfra, comandar interinamente a Agehab. 

Presidenciável  

O Cidadania, que tem o vice-governador Lincoln Tejota na direção do partido em Goiás, anuncia o senador Alessandro Viera pré-candidato a presidente. Isso pelo destaque dele na CPI da Pandemia. 

Descentralizar  

A presidente do PT em Goiás, Kátia Maria, diz que a prefeitura de Goiânia acerta ao descentralizar a vacinação contra a Covid-19, levando o imunizante diretamente aos bairros da periferia, pela dificuldade de acesso aos postos. 

Não gostaram 

Contribuintes do Aldeia do Vale e dos setores Bueno, Jardim Goiás, Marista e Serrinha reagiram à notícia de que pagarão mais pelo IPTU do que pessoas com baixo poder aquisitivo, após aprovação do novo Código Tributário na Câmara de Goiânia. 

Deixa quieto 

Grupos iniciaram, nas redes sociais, movimento contrário à atualização do Código Tributário. Quem tem alto poder aquisitivo não quer pagar o que é justo. 

Desconfiança  

Por temer recuo da polícia do Distrito Federal, do governador Ibaneis Rocha (MDB), o presidente do STF, Luiz Fux, cogitou acionar o Exército para impedir a invasão do prédio da Corte, dia 7 de setembro. Manifestantes furaram bloqueio e ocuparam a Esplanada dos Ministérios. 

Improbidade  

A ex-prefeita de Novo Gama, Sônia Chaves (PSDB) caiu nas garras do Ministério Público, já que a Justiça confirmou sentença para ela ressarcir ao erário R$ 4,78 milhões. Faltou repassar à Previdência dinheiro descontado de servidores. 

Indecisão 

Petistas goianos estão tentados a irem à manifestação marcada para este domingo, pelo Movimento Brasil Livre, contra Jair Bolsonaro. Direção nacional do partido é contra. 

CURTAS 

– Autor da lei que autorizou extração do amianto crisotila em Minaçu, o deputado Rubens Marques (Pros) atribui decisão do STJ, que revogou suspensão a ele, do governador Ronaldo Caiado e a Procuradoria-Geral do Estado. 

Compartilhe: