Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Coluna

Ministro Onyx Lorenzoni defende revisão do pacto federativo

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 09 de setembro de 2020

Questionado sobre a constante busca do governador Ronaldo
Caiado (DEM) pelo Plano de Equilíbrio Fiscal (PEF), o ministro da Cidadania,
Onyx Lorenzoni, aponta que as demandas de todas as unidades da federação
poderão ser supridas em revisão do pacto federativo, que, segundo ele, poderá
ser enviada ao Congresso ainda neste ano. A resposta não atende diretamente aos
pedidos do governo goiano, que cobra programa para renegociação de dívidas e
aval a novas operações de crédito, em cumprimento às medidas de ajuste fiscal
já tomadas e aprovadas pela Assembleia Legislativa. “A equipe do ministro Paulo
Guedes vem trabalhando nisso e tem a ideia da revisão do pacto federativo, que
tem sido amadurecida com o Congresso Nacional. Acho que é o caminho, na medida
em que visões de desindexação possam surgir junto com fontes de renegociação
das dívidas dos estados”, afirma.

Promessa

O ministro reforça que as “conversas e estudos continuam” e
volta a citar um dos slogans da campanha do presidente Jair Bolsonaro: “mais
Brasil, menos Brasília”.

Continua após a publicidade

Encruzilhada

Onyx Lorenzoni aponta ainda que a solução indicada pelo
líder do governo na Câmara Federal, Ricardo Barros, de incluir o chamado Plano
Mansueto na reforma tributária, pode ser mesmo um caminho mais rápido a ser
trilhado.

Amadurecimento

“A relação com o Congresso amadureceu nos últimos meses e
tenho certeza que encontraremos uma solução não apenas para Goiás, mas para
todos os estados”, diz.

À defesa

O ex-deputado federal Alexandre Baldy pediu nova licença de
30 dias ao governo de São Paulo e foi atendido pelo governador João Dória.
Continua fora da Secretaria de Transportes Metropolitanos do estado.

Processo

O presidente regional do PP mantém foco na defesa do
processo resultante de investigação da Operação Lava-Jat, que apurou suposto
esquema de fraudes em licitações e uso de influência política entre 2012 e 2018.

Divisão

Lideranças iristas em Goiânia avaliam internamente que o
lançamento da pré-candidatura de Maguito Vilela à prefeitura, nesta tarde, pode
representar tiro pela culatra, já que não há ainda apoio explícito do prefeito
ao projeto.

Votação

A Câmara Municipal decidiu, depois de reunião com o Ministério
Público, colocar em votação o projeto de revisão do Plano Diretor na Comissão
Mista. A data para a deliberação ainda não foi definida.

Parado

O acordo foi articulado pelo líder do Paço, Welington
Peixoto (DEM), e os promotores Alice Freire e Juliano de Barros. Depois Mista,
o texto voltará à paralisação.

CURTAS

– A Balança Comercial de Goiás registrou saldo positivo de
US$ 443,03 milhões no mês de agosto.

– O número representa a diferença entre valores exportados (US$
717 milhões) e importados (US$ 274 milhões).

– Ronaldo Caiado assina às 9h autorização de transferência
de recursos para escolas, no valor de R$ 82 milhões, para alimentos.