Coluna

Prefeitos do MDB consideram alianças com DEM

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 08 de agosto de 2020

Rubens Salomão 

A indicação do ex-governador Maguito Vilela, após conversa
com Ronaldo Caiado, para que MDB e DEM possam realizar alianças nas eleições
municipais deste ano já repercute entre prefeitos e lideranças pelo estado, que
passam a efetivamente considerar a união, a depender da realidade de cada
cidade. A tendência contraria a orientação do presidente regional do partido e
filho de Maguito, Daniel Vilela, e o afastamento entre as duas siglas fica, ao
menos no momento de disputas locais, na teoria. “Tenho falado sempre com o
Maguito e com o Daniel. Temos cidades em que os dois partidos têm relações e eu
não veria dificuldade em fazer aliança”, afirma o prefeito de Aparecida de Goiânia,
Gustavo Mendanha (MDB), que conta com o DEM na base de apoio local desde a
eleição de 2016. Gestores e lideranças do MDB têm se aproximado da
administração e da base do governo estadual.

Convenção virtual

A direção regional do PSDB concluiu organização interna para
a realização das convenções online. É que a coordenação nacional dos tucanos
criou aplicativo para smartphones e site para uso dos diretórios estaduais.

Debate público

O partido tem disponibilizado ainda aos pré-candidatos a
prefeito em Goiás duas lives semanais para apresentar propostas à sociedade.
Chamado de “Goiás em Debate”, a iniciativa já completou 20 edições pelo
Facebook.

Negativo

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região negou liminar da
defesa de Alexandre Baldy e o ex-deputado federal continua preso. Recorrerá
agora ao STF.

Cautela

Silêncio e cautela ainda marcam a avaliação de governistas
ouvidos pela Coluna sobre a prisão do então aliado Baldy. O irmão, Adriano,
segue na Secult, mas isolado.

Abandono

Já os prefeitos e pré-candidatos do PP pelo interior, que
compõem a base caiadista, esperam não ser “abandonados” pelo Palácio das
Esmeraldas e que os acordos firmados até agora para alianças sejam cumpridos
nas convenções.

Homenagem

O vereador e pré-candidato a prefeito, Paulinho Graus (PDT),
apresentou projeto homenagear o ex-prefeito Nion Albernaz. Pretende batizar com
o nome da referênca tucana a trincheira no complexo viário entre a Perimetral
Norte e a Goiás Norte.

Explique

A justificativa do vereador é de que o último prefeito do
PSDB da capital faleceu há três anos e não tem sequer um monumento na capital
em seu nome. Nion é lembrado por aliados pela “gestão das flores” na capital.

Troca

O secretário municipal de Trânsito, Fernando Santana, decidiu
deixar o cargo, por “motivos pessoais”. Assume o posto Horácio Mello, que é
presidente licenciado do Sindicato dos Funcionários da Fiscalização Municipal
de Goiânia.

CURTAS

– Compadre de Baldy, Rodrigo Maia (DEM) afirmou que prisão do ex-deputado foi “muito dura” e “um pouco
arbitrária”.

– O presidente
metropolitano do PP foi a primeira liderança da sigla em Goiás a se manifestar.
Disse confiar “na conduta” de Baldy.

– Com balança comercial no azul, Goiás teve 79,6% dos ganhos com exportações em julho
relacionados ao agronegócio.


Compartilhe: