PSB se aproxima do PT e Lissauer Vieira se afasta do partido

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 14 de junho de 2021

Com o chega de nomes de extrema-esquerda, como o deputado Marcelo Freixo (RJ), ex-PSOL, e o governador do Maranhão, Flávio Divino – que está de saída do PCdoB – o PSB em Goiás deve perder uma de suas principais estrelas: o presidente da Alego, Lissauer Vieira. O rompimento torna-se mais próximo com o namoro com o PT de Lula, que pode resultar em apoio ao ex-presidente, em 2022. Lissauer avalia a qual partido vai se filiar, que deve ser, preferencialmente, alinhado ao governador Ronaldo Caiado (DEM). Cotado para compor a vice de Caiado, ele já recebeu convites de várias siglas, mas continua focado em disputar cadeira na Câmara Federal. 

Nova aliança 

A criação de federações partidárias, prevista em projeto que tramita na Câmara dos Deputados, pode levar o PSB de Elias Vaz a compor com o PT. O PV e o Rede Sustentabilidade estão também no radar dessa aliança. 

Por money  

Ao saber que o ex-candidato a prefeito de Goiânia, Gustavo Gayer (DC), faturou com fake news, como bolsonarista de carteirinha, o senador Jorge Kajuru foi direto ao ponto. Diz que sempre teve certeza de que a grana prevalece sobre o amor e ideologia. 

Na jogada 

Vice-presidente do MDB e líder da bancada do partido, na Alego, o deputado Paulo Cezar Martins colocou na roda o nome do presidente da Fieg, Sandro Mabel, como opção do partido na corrida sucessória em 2022. 

Para 2022 

O deputado Lucas Vergílio (Solidariedade) trouxe a Goiânia o presidente do partido, deputado Paulinho da Força, para uma conversa com Ronaldo Caiado sobre o cenário eleitoral, nacional e em Goiás. 

Necessário  

Ao tratar sobre teto de gastos públicos, o secretário da Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles (PSD), joga luz sobre a proposta de emenda à Constituição, que Caiado enviou à Alego, que estende a validade do novo regime fiscal para 2031. 

Brasília, não  

Ronaldo Caiado faz campanha pelo emplacamento de carros em Goiás, e não no Distrito Federal, terra do adversário Ibaneis Rocha (MDB). Argumenta que faz isso, está tirando dinheiro das cidades do entorno.0 

Contra Goiás 

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) bate palmas para a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, que ingressou com ação na Justiça contra Goiás e os demais Estados, e o DF, pelos prejuízos causadas por medidas restritivas. 

Cheiro de fritura 

Por conta de questionamento do presidente do Patriota, Jorcelino Braga, sobre a convenção que acatou filiação do senador Flávio Bolsonaro, o presidente nacional da legenda, Adilson Barroso, deu carta branca ao deputado Major Vitor Hugo (PSL) para agir em Goiás. 

CURTAS 

– A Prefeitura de Goiânia vai destinar mais R$ 15 milhões para o enfrentamento da pandemia. 

– Caiado lança hoje a Operação Cerrado Vivo 2021, do Corpo de Bombeiros Militar. 

Compartilhe: