Coluna

Roberto Naves sai em defesa de atos a favor de Bolsonaro

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 08 de setembro de 2021

Alinhado ao presidente Jair Bolsonaro, o prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP), não vê a manifestação em Brasília como ato antidemocrático, mesmo com invasão da Esplanada dos Ministérios, com pedido de intervenção militar e impeachment de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Com foto da Esplanada, ele diz que o 7 de setembro vai ficar na memória do país, de luta pela liberdade. “Brasileiros nas ruas é a expressão do regime democrático. Movimentos cívicos como os de hoje (ontem) devem ser respeitados”. Na campanha de 2020, Naves teve o apoio de Bolsonaro, na disputa da prefeitura contra o petista Antônio Gomide. 

Sem vacina 

Por conta das manifestações em Brasília, Goiás não recebeu ontem doses de vacinas contra a Covid-19 que estavam programadas, em torno de 91 mil, fato que atrasa a imunização dos goianos. 

Recado dado 

Em mensagem pelo 7 de setembro, o arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, diz que feliz é a Nação que não levanta altares ídolos, mitos e falsas divindades. 

Impeachment  

Sobre a convocação feita pelo presidente do diretório nacional do PSDB, Bruno Araújo, para discutir o impeachment do presidente Jair Bolsonaro, o senador Jorge Kajuru (Podemos) disse esperar que existam provas e não rancor. 

Em campanha 

Depois de fazer as pazes com a base aliada de Caiado, na Alego, o deputado Karlos Cabral (PDT) abre movimento pela indicação do presidente Lissauer Vieira (PSB) para compor a vice da chama majoritária governista. 

Proteção  

Junto com a presidente nacional do Podemos, o deputado José Nelto, que preside o partido em Goiás, se movimenta para tirar da gaveta da Câmara Federal ela aprovação da PEC que acaba com o foro privilegiado, que beneficia 45 mil autoridades no país.  

Apelo em vão 

Junto com dois outros bolsonaristas, o deputado Amauri Ribeiro (Patriota) tentou negociar com o secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Júlio Danilo Souza Ferreira, para a liberação do bloqueio que dava acesso à Esplanada dos Ministérios. Não deu certo. Ao contrário a segurança foi reforçada no local a pedido do STF. 

Garantido  

O orçamento do Estado para 2022, que chegará à Assembleia Legislativa ainda este mês de setembro, fixará em 1,2% da receita corrente líquida para contemplar emendas dos 41 deputados destinadas aos municípios que representam no Parlamento. 

Lá e cá 

Ao mesmo tempo em que o MDB de Daniel Vilela segue nas tratativas com o governo para compor chapa majoritária para 2022, o MDB dissidente do prefeito Gustavo Mendanha costura acordo para eventual desembarque do partido. 

CURTAS 

– Apoiadores de Bolsonaro, enquanto aguardavam o início da motociata em frente ao Autódromo de Goiânia, aproveitaram para registrar o ato ao lado de policiais do Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro).

Compartilhe: