Coluna

Secretário de Finanças admite atraso de obras em Goiânia

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 17 de junho de 2020

Rubens Salomão 

Mesmo considerando não ser o responsável pelo
acompanhamento direto, o secretário municipal de Finanças, Alessandro Melo, na
prática, admite que a promessa do prefeito Iris Rezende (MDB), de entregar
todas as obras em execução até o fim deste ano, provavelmente não será
cumprida. O auxiliar garante que os recursos para os trabalhos estão
garantidos, por serem resultado de operações de crédito e não podem ser
remanejados para outras áreas. No entanto, o cumprimento dos prazos contratuais
deve ser prejudicado por conta de lentidão das empresas contratadas. “No auge
do isolamento causado pela pandemia, entre março e abril, as obras deram uma
desacelerada porque estava todo mundo muito apreensivo. Tivemos uma ruptura no
dia a dia das obras durante esse período”, alega do secretário. “Talvez a gente
tenha algum atraso em razão da pandemia”, avalia.

Transformação

O início do reconhecimento interno do atraso, que
já era tido como certo por aliados do prefeito, também marcará a inauguração do
discurso eleitoral de iristas, que buscam contorcionismo retórico para
justificar o descumprimento da promessa.

Ao conteúdo

Vereadores já comentam que será preciso repetir a
partir das próximas semanas – e à exaustão até a eleição, que Iris “deve
continuar à frente do Paço Municipal para finalizar o serviço iniciado no atual
mandato, mas que foi prejudicado pela pandemia.

Alto lá!

Pré-candidatos da oposição já apontavam o não
cumprimento dos prazos das obras e o fato já é tratado como munição contra Iris
Rezende para a campanha deste ano.

Personificação

Assim como já ocorreu no governo estadual, a prefeitura de
Goiânia deverá retirar todos os retratos do prefeito Iris Rezende (MDB) e outros
agentes que estejam afixados em repartições públicas municipais.

Justificativa

A decisão atende um pedido do promotor Fernando Krebs, com argumento
de que a a imagens ultrapassa a previsão de publicidade, que é restrita a atos,
programas, obras, serviços e campanhas com caráter educativo, informativo ou de
orientação.

Tem mais!

Outra ação do Ministério Público Estadual recomenda auditoria na folha de pagamentos da
Prefeitura de Goiânia para apurar irregularidades, inclusive possíveis
incorporações de gratificações por políticos em exercício de mandato.

Nova direção

Wilmar da Silva Gratão tomou posse como diretor-presidente
da Centrais de Abastecimento de Goiás (Ceasa). Ele substitui Vanusa Valadares,
que se desincompatibilizou do cargo para concorrer à prefeitura de
Porangatu. 

Todos juntos

A unidade executa medidas para combater foco de disseminação
do novo coronavírus e Wilmar, na posse, elogiou o trabalho até agora e defendeu
“gestão participativa”.

CURTAS

– As vendas do
comércio em Goiás registraram tombo de 15,8% em abril, por consequência da
pandemia de coronavírus.

– Esse é o pior
resultado confirmado desde o início da série histórica de estatística do IBGE, iniciada
em janeiro de 2000.

– O Teatro Goiânia
terá programação online para comemorar aniversário de 78 anos, comemorado neste
mês de junho.

 

Compartilhe: