Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

Mãe de Larissa Manoela é indiciada por intolerância religiosa

O pedido de arquivamento feito pela defesa de Silvana Taques foi negado

Postado em: 01-12-2023 às 15h12
Por: Ana Beatriz Santiago
Imagem Ilustrando a Notícia: Mãe de Larissa Manoela é indiciada por intolerância religiosa
Imagem: SBT/reprodução

A Polícia Civil do Rio de Janeiro indiciou Silvana Taques, mãe da atriz Larissa Manoela, por racismo religioso contra André Luiz Frambach, seu genro. O indiciamento é decorrente de uma mensagem enviada por Silvana à filha, na qual ela se refere à família de André, seguidora da religião espírita kardecista, como “macumbeira”.

Este desdobramento ocorre após uma denúncia formalizada pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa do Estado, representada pelos advogados Carlos Nicodemos e Rodolfo Xavier. A polícia alega ter encontrado indícios suficientes de autoria e caracterização do ato racista, de acordo com a legislação que aborda crimes resultantes de preconceito de raça ou cor.

André Luiz Frambach, o genro em questão, prestou depoimento em setembro, afirmando que não se sentiu ofendido ou discriminado religiosamente pela sogra. Ele alegou ter conhecimento do comentário apenas este ano, durante a negociação da entrevista de Larissa para o programa Fantástico, em agosto.

Continua após a publicidade

Larissa Manoela, por sua vez, foi intimada a depor, mas obteve uma liminar para não comparecer à delegacia. Silvana, até o momento, não prestou depoimento, e o pedido de arquivamento feito por sua defesa foi indeferido.

Veja Também