Blockout 2024: polêmica envolvendo Met Gala faz artistas perderem milhares de seguidores

Protesto on-line cobra posicionamento de celebridades sobre o conflito Gaza-Israel

Postado em: 16-05-2024 às 16h34
Por: Andresa Cardoso dos Santos
Imagem Ilustrando a Notícia: Blockout 2024: polêmica envolvendo Met Gala faz artistas perderem milhares de seguidores
Haley Kalil (@haleyybaylee), considerada o estopim do #Blockout2024, no Met Gala. Reprodução/Instagram

Uma recente forma de protesto vem tomando conta das redes sociais desde o começo de maio deste ano: o #Blockout2024. Após o Met Gala, um dos maiores eventos de moda mundial, famosas como Beyonce, Kim Kardashian e Taylor Swift vem perdendo seguidores.

Isso acontece porque desde o início do conflito entre Hamas e Israel, os internautas vêm cobrando posicionamentos e doações de celebridades. O estopim para esse movimento foi o Met Gala, em que uma das convidadas, a influenciadora Haley Kalil (@haleyybaylee) publicou um vídeo em que dizia “let them eat cake” (que comam brioche, em tradução livre).

A frase é associada a Maria Antonieta e repercutiu a partir do filme biográfico da rainha, lançado em 2006. Essa sentença é considerada, ao longo da história, o motivo que levou a monarca à guilhotina, dando início à Revolução Francesa.

Continua após a publicidade

O que se discute no protesto é a omissão de artistas em não abordarem o conflito que ocorre no Oriente Médio desde o ano passado, em outubro. A intenção é que esses famosos se pronunciem e efetuem doações, além de se posicionarem e agirem sobre a tragédia.

Quem está no alvo do #Blockout2024

Entre as celebridades que estão no centro da discussão do movimento estão Selena Gomez, Justin Bieber, Beyoncé, Cardi B, Nicki Minaj, Zendaya, Harry Styles, Shakira, Kylie Jenner, entre outros.

Até o momento, Taylor Swift perdeu mais de 200 mil seguidores em sua conta no Instagram, Selena Gomez já perdeu um milhão de seguidores e Beyoncé perdeu 689 mil, por exemplo.

Veja Também