Seduce divulga nota em repudio a invasão

Postado em: 14-02-2016 às 19h15
Por: Redação
Secretaria lamentou a invasão de sua sede administrativa

Larissa Angélica

Os Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) invadiram na tarde deste domingo (14) a sede da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) com o objetivo de se juntar aos manifestantes contrários ao programa de gestão compartilhada de escolas com Organizações Sociais (OSs).

Os manifestantes estão no pátio da secretaria. A Seduce lamentou a invasão a sua sede administrativa e esclareceu que respeita o direito à livre manifestação.

Confira a íntegra da nota: 

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) lamenta a invasão na tarde deste domingo (14/2) de sua sede administrativa por manifestantes do Movimento de Trabalhadores Sem Terra (MST), mesmo após acordo feito com o grupo que já está ocupando a secretaria desde o último dia 26. A secretaria esclarece ainda que respeita o direito à livre manifestação, mas repudia atos unilaterais, que desrespeitam pais, alunos e professores. Desde o início do projeto de melhoria da gestão das escolas por meio de organizações sociais, a Secretaria de Educação esteve aberta ao diálogo e promoveu inúmeros debates e encontros para esclarecimento da sociedade. Reiteramos o nosso compromisso em melhorar a qualidade do ensino em Goiás e nossa disposição em dialogar com a sociedade, principalmente com pais, alunos e professores. 

 

Compartilhe: