Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Escolas ganham sinalização especial

Desde o início do mês,  a Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) implantou uma nova sinalização na porta de 20 instituições de ensino

Postado em: 23-02-2016 às 00h00
Por: Redação
Imagem Ilustrando a Notícia: Escolas ganham sinalização especial

Desde o início do mês,  a Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) implantou uma nova sinalização na porta de 20 instituições de ensino de Goiânia. Entre elas, escolas Estaduais, Privadas e Centro Municipais de Educação Infantil (CMEI).

O projeto consiste em estabelecer uma sinalização que chame maior atenção de condutores que trafegam pelo local, para reduzir o número de irregularidades e acidentes em área escolar. O material utilizado possui maior durabilidade e reflexo. Nos locais foram acrescentados dois pictogramas representando a velocidade permitida e travessia da faixa de pedestres para alertar ainda mais os condutores sobre a sinalização que deve ser respeitada no local. 

Segundo SMT, a seleção das escolas foi baseada na demanda de alunos, desrespeito à faixa de pedestres e problemas com a alta velocidade. Estacionar sobre a faixa de pedestres é uma das infrações mais cometidas nas áreas escolares. No ano de 2014 a quantidade de autuações manuais para esta infração foi de 353. O número aumentou para 712 em 2015. 

Continua após a publicidade

Expectativas

De acordo com o Secretário Municipal de Trânsito, Andrey Azeredo, o projeto visa garantir mais segurança às crianças, adolescentes e jovens no momento de entrada e saída da instituição de ensino. Para ele, a SMT tem feito adequações necessárias na vias para que haja uma orientação melhor nas ruas, mas a ação só terá sucesso se os motoristas de carros e motos respeitarem a sinalização. “Esperamos uma atitude respeitosa dos condutores à sinalização, para reduzir o número de acidentes”.

A Enfermeira Dulcineide Rodrigues, espera que os condutores tenham responsabilidade em respeitar a nova sinalização e que isso reflita na segurança dos alunos. Sua filha estuda em uma das escolas envolvidas no projeto e ela considera a iniciativa um benefício para os pais.

 

Veja Também