Autoria de atentado à casa de prefeito ainda é desconhecida

Após seis meses, delegado espera resultado de perícia para elucidar caso

Postado em: 05-09-2016 às 06h00
Por: Redação
Após seis meses, delegado espera resultado de perícia para elucidar caso

Da redação

Quase seis meses depois, a autoria dos disparos em frente à casa do prefeito de Senador Canedo, município da Região Metropolitana de Goiânia (RMG), Misael Oliveira (PDT) ainda não teve a autoria esclarecida. No inquérito, ao qual O HOJE teve acesso, consta que o prefeito deu queixa de que sua casa foi alvo de disparos de arma de fogo na noite do dia 15 de março deste ano.

Imagens de câmeras do circuito de flagraram a ação, mas não permitiram que o delegado responsável pelo caso, Emerson de Oliveira, chegasse a autoria dos tiros. “Nós temos imagens da casa do prefeito e de residências vizinhas, mas estão embaçadas. Nós tentamos melhorar a nitidez, mas ainda assim não deu para identificar os autores”, explica.

Continua após a publicidade

À época dos fatos, alguns suspeitos chegaram a ser presos pela Polícia Militar (PM), mas eles foram liberados por não terem sido encontradas evidências de que estes pudessem ter cometido o crime. Nas imagens aparecem uma motocicleta e um Volkswagen Gol. Um automóvel semelhante ao que aparece nas imagens também foi apreendido em março, mas o veículo também foi liberado pela polícia posteriormente.

A reportagem de O HOJE teve acesso ao inquérito do caso. Nele, o prefeito levantou a hipótese de que os disparos poderiam ter sido feitos por moradores. “Em depoimento o prefeito afirmou que antes do atentado deu uma entrevista a uma rádio em que um morador teria reclamado de sua administração e ele respondeu que o morador se mudasse”, afirmou o delegado.

Um guarda municipal que estava na residência no momento dos tiros também prestou esclarecimentos. Em seu depoimento, ele relatou a dinâmica dos disparos.

O laudo da Polícia Técnico-Científica é a esperança do delegado para que as investigações possam avançar. O relatório ainda não ficou pronto. A reportagem entrou em contato com a Polícia Técnico-Científica, mas não conseguiu levantar junto a esta se há previsão para que o laudo seja concluído.

Câmeras

Nas imagens aparece uma motocicleta que passa em frente a residência e logo depois retorna, momento em que os disparos são feitos. Tudo acontece por volta das 23h. Neste momento, o prefeito estava no escritório, a esposa dele estava na sala e o guarda municipal na varanda.
Os disparo atravessaram o muro, atingiram uma parede, dois carros e uma das janelas da casa.

Veja Também