Sem vagas para sepultamento, Goianira ganhará novo cemitério

Um acordo entre justiça, prefeitura, e secretária define o prazo de seis meses para construção e oito meses para entrega da nova unidade

Postado em: 14-09-2016 às 11h00
Por: Redação
Um acordo entre justiça, prefeitura, e secretária define o prazo de seis meses para construção e oito meses para entrega da nova unidade

Da redação

A promotora de Justiça Renata de Matos Lacerda; o prefeito de Goianira, Randel Miller de Assis Santos; e o secretário de Meio Ambiente, Dauro Francisco de Paula; estabeleceram um acordo para a construção de um novo cemitério em Goianira, região metropolitana da capital. 
Atualmente, o cemitério existente no município não consegue atender a demanda local, pois não possui mais vagas para sepultamento. A nova unidade será implementada no Setor Nova Goianira – Cidade das Rosas e a previsão é de que tenha uma área de aproximadamente 21 mil m².

Segundo o acordo, o cemitério deverá ser construído em um prazo de até seis meses, e começar a funcionar em oito. Também há uma atenção especial às questões ambientas. As adequações preveem distância da área de fundo das sepulturas do nível do lençol freático e o funcionamento de um sistema de drenagem para captar o escoamento das águas pluviais e evitar erosões.

Continua após a publicidade

A administração municipal assumiu o compromisso de promover a instalação de infraestrutura do sistema de abastecimento de água do cemitério e sua interligação com o sistema público de abastecimento de água da Saneago. Também deverá ser implantado sistema alternativo de tratamento de esgotos.

O acordo também estabelece a implantação de medidas previstas no plano de controle ambiental do cemitério, que deverá ser fiscalizado e acompanhado pela Semma, que vai verificar se a nova área é adequada, se as medidas são suficientes para evitar danos ambientais e exigir as medidas de controle. (Com informações do MP-GO)

Foto: reprodução

Veja Também