Orientação profissional combate a evasão escolar

Principal dificuldade encontrada por estudantes ou recém formados é a inserção sem experiência no mercado

Postado em: 16-09-2016 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Principal dificuldade encontrada por estudantes ou recém formados é a inserção sem experiência no mercado

Uma dos maiores problemas encontrados pelos jovens que estão saindo do período escolar, para se profissionalizar e desenvolver uma graduação é justamente a decisão  de escolher o caminho certo. Aliada a taxa de desocupação em níveis elevados, quando 16,8% dos desocupados são de idade entre 18 e 24 anos, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), a solução é se qualificar e escolher bem.
 “Temos hoje uma geração questionadora, que frequentemente tende a mudar o rumo da formação e da profissionalização, possuem muitas dúvida a respeito do caminho a ser seguido”, conta o Superintendente do Instituto Euvaldo Lodi Nacional (Iel), em Goiás, Humberto Rodrigues. 
Para a estudante Riziery Souza, participar de eventos, palestras e debates que proporcionam a discussão sobre o mercado de trabalho e as tendências da profissionalização é fundamental para se destacar. “Observamos a importância da inovação, apesar das taxas de desemprego elevadas, o que realmente é um problema. Porém, quem consegue as melhores vagas no mercado são os mais qualificados”, diz a estudante. 
De acordo com Rodrigues, o mundo do mercado de trabalho está bastante diferente em relação às gerações passadas. “Os jovens querem mudar o mundo, mais para isso é preciso discutir carreira e as opções. O que mais vemos nas universidades são evasões, pelo fato dos estudantes não saberem a escolha correta dos passos a serem seguidos. É necessário ser mais que apenas um estudante querendo entrar no mercado”, explica.
Riziery Souza busca orientações sobre a certeza de seu sonho. “Quero ser professora de física, estudar em universidades como a UFG, ou conquistar uma bolsa no ITA ou na USP, em eventos como esse poderei conhecer melhor as oportunidades”, revela a estudante. 
Com tantas duvidas por parte dos estudantes, o espaço das profissões realizado anualmente pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e o Primeiro Fórum sobre Carreiras do IEL-GO, que foi realizado ontem (15), no Teatro Sesi, em Goiânia proporcionam conhecimento e orientações sobre o mercado de formação e trabalho. 

Veja Também