Festa de São João mantém a tradição com o drive-thru

Festa de São João é comemorada pelo segundo ano de forma híbrida com poucas pessoas reunidas

Postado em: 26-06-2021 às 08h19
Por: Daniell Alves
Festa de São João é comemorada pelo segundo ano de forma híbrida com poucas pessoas reunidas | Foto: Reprodução

Todos os anos, os meses de junho e julho chegam com a expectativa das comemorações mais populares no país, as festas juninas e julinas, que celebram a época da colheita, com comidas típicas, música, dança e brincadeiras. Mas desde o último ano, a festa de São João ganhou novas formas de ser celebrada. As Igrejas da Capital apostam em vendas de comidas típicas na modalidade drive-trhu e comemorações presenciais e virtuais, como é o caso da Paróquia de Santo Antônio, que fica no setor Pedro Ludovico.

Após a liberação das celebrações religiosas foi possível realizar a festa também no formato presencial, com público bem reduzido. Tradicional em Goiânia, a Paróquia é bastante conhecida pelos deliciosos pratos de São João e recebe pessoas de longe somente para provar os quitutes.

A estratégia também foi adotada pela Igreja São João Batista, em Aparecida de Goiânia. O pároco da unidade, o padre Marcos Paulo, ressalta que a pandemia da Covid-19 acabou por reforçar novas conexões dos fiéis com a fé. A comunidade se reunia todos os anos para celebrar o santo, mas desde o ano passado as celebrações presenciais não foram mais as mesmas. “Vivemos algo muito incerto em 2020, mas também foi o período em que reforçamos nossa presença na internet, com transmissão das missas pelas redes sociais. Fizemos também um drive-thru de comidas típicas que agradou muita gente”, diz.

Continua após a publicidade

A entidade tem apostado em encontros virtuais com a ajuda de voluntários e começou a ganhar centenas de seguidores a partir daí. Neste mês, a festa de São João será celebrada com missas presenciais com capacidade reduzida e lives nas redes sociais.

Segundo o presidente da Federação das Quadrilhas Juninas do Estado, Alex Gontijo, a tradição de englobar diversas culturas pelo goiano pode explicar a popularidade da festa junina em Goiás. Ele lamenta que pelo segundo ano consecutivo a celebração não acontece como nos últimos anos. “A frustração não deixa de existir, mas no ano passado a experiência remota superou nossas expectativas. Fizemos concurso de rainha junina, da diversidade e de casais de noivos em uma live”, relembra.

Neste ano a Federação não irá realizar nenhum tipo de concurso junino em razão da pandemia. “Por vários motivos que assolam nossa realidade frente à pandemia, onde esse clima de disputa não cabe no momento que estamos vivendo, com perdas de diversos quadrilheiros e familiares”, diz o comunicado.

O quadrilheiro Gabriel Ribeiro, 22 anos, já dança há mais de quatro anos. Ele também lamenta o fato de não poder celebrar a festa de São João neste ano, mas mantém viva a esperança de que em 2022 a maioria da população já estará vacinada contra a doença. “O mais importante é que estejamos com saúde para poder comemorar nos próximos anos”, destaca.

Em home

A auxiliar de Recursos Humanos, Sarah Martins, 21 anos, sempre comemorou as festas juninas, já que é uma tradição de família. Até mesmo os aniversários dos familiares dela são com o tema de festa de junina. “Eu amo as comidas típicas, as músicas, tudo que envolve quadrilha eu gosto”, afirma.

Sarah já tem vários artigos de decorações relacionados ao tema e neste ano irá comemorar com mais cinco amigos em sua casa. Ela diz que não irá faltar às danças, músicas e comidas, como pamonha, pipoca e bolo de milho. “Apesar do momento difícil que estamos vivendo, dá para comemorar com responsabilidade”, defende.

Live junina

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), realizou sexta-feira (25) o projeto virtual Caminhos do Sertão: Bandeirolas, fogueira e tradição. A live junina fez uma imersão na cultura nordestina por meio de suas manifestações culturais: xilogravura, literatura de cordel e clássicos da música nordestina.

“As tradicionais festas juninas já fazem parte do calendário oficial das festividades nacionais, é algo muito presente em nossa tradição e a prefeitura sempre realizou uma grande festa, com concurso de quadrilhas. Vivemos o mês de junho em suas cores, danças e comidas típicas, e justamente por isso vemos a importância de oferecer à sociedade um pouco dessa vivência cultural, mesmo que de forma virtual, já que por conta da pandemia não podemos celebrar de forma presencial”, afirmou o secretário municipal de Cultura, Zander Fábio. (Especial para O Hoje)

Veja Também