Polícia Civil desarticula organização criminosa suspeita de roubos em fazendas de Rio Verde

Foram cumpridos três mandados de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão.

Postado em: 08-07-2021 às 12h43
Por: Luan Monteiro
Foram cumpridos três mandados de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão | Foto: Divulgação/PC

A Polícia Civil (PC), por meio do Grupo de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Rio Verde, cumpriu na última quarta-feira (07/07) três mandados de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão domiciliar contra suspeitos de integrar uma associação criminosa que praticava roubos em fazendas.

Os investigados já agiam na modalidade criminosa há 3 anos, sempre com muita violência. Armados, rendiam as vítimas, as agrediam, além de roubar veículos, utensílios domésticos e armas de fogo.

O crime que causou os pedidos ocorreu em 19 de fevereiro deste ano, quando os suspeitos atuaram com extrema violência e ameaça, utilizando uma arma de fogo e prenderam as vítimas. Na ocasião, estavam em casa um casal de idosos, filha e neta do casal. Eles foram amarrados, tiveram celulares, o veículo Fiat Palio vermelho e outros pertences roubados. O carro foi recuperado durante as buscas na casa de um dos suspeitos.

Continua após a publicidade

Ronaldo Pinheiro Borges e Lucas Gomes de Moraes foram presos preventivamente e também foram alvos de busca e apreensão. Já Jonadabe Oliveira teve cumprido mandado de prisão preventiva. Ronaldo Pinheiro já era investigado pelo Gepatri de Rio Verde pela prática, dentre outros crimes, de seis roubos ocorridos em zona rural.

Veja Também