Ao menos 173 municípios não registram mortes há 4 semanas por Covid-19

Postado em: 14-10-2021 às 07h56
Por: Maiara Dal Bosco
Total representa 70% das cidades goianas. | Foto: Reprodução

Ao menos 173 dos 246 municípios goianos já não registram óbitos por Covid-19 nas últimas quatro semanas. O número de cidades sem mortes pela doença, destacado pela Superintende de Vigilância em Saúde de Goiás, Flúvia Amorim, vem aumentando. Na semana anterior, eram 166 municípios. A média diária de óbitos em decorrência da Covid-19 em Goiás está em 23, mas o número tem variado entre 20 e 27.

Para a Superintendente de Vigilância em Saúde de Goiás, a redução dos índices pode ser atribuída ao avanço da vacinação. “O principal fator que interferiu nessa redução foi a vacina. Mesmo com a introdução de uma nova variante, percebemos que o número de internações e principalmente de óbitos não aumentou”, destacou. Contudo, ela reforçou que mesmo assim, os cuidados devem ser mantidos. “Ainda não é o suficiente de pessoas imunizadas para baixarmos a guarda, deixar de usar máscara, mas o número sim vem aumentando gradativamente de vacinados e com isso melhoram os números também”, declarou Flúvia Amorim.

De acordo com a Plataforma Covid Goiás, da Universidade Federal de Goiás (UFG), atualizada no dia 10 de outubro, a média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 28,71, o que representa uma variação de -10,67% com relação à semana anterior, apresentando uma tendência estável. Já com relação à média móvel de casos nos últimos 7 dias, a plataforma informou que a média de novos casos é de 1.898,57, o que significa uma variação de 6,4% com relação à semana anterior, com tendência também estável.

UTIs

As taxas de internação em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), destinadas ao tratamento da Covid-19 também vêm registrando queda. Nesta semana, nos hospitais sob gestão estadual, a taxa de ocupação dos leitos de UTI era de 47%. Isso significa que, dos 410 leitos, 187 encontravam-se ocupados e 218 disponíveis para internação. Outros cinco encontravam-se bloqueados. Já na enfermaria, a taxa de ocupação era de 33%, o que representa disponíveis 243 dos 363 leitos. Outros 117 encontravam-se ocupados e três bloqueados.

Dados Brasil

Os dados mais recentes do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) apontam que o Brasil registrou, nesta semana, o segundo menor número de casos diários de óbito desde maio de 2020. Ao todo, foram 202 mortes em decorrência da doença. Já o menor número de casos registrados neste ano se deu em 13 de setembro, quando houve o registro de 6.645 novos pacientes de Covid-19.

Os dados registrados em Goiás acompanham a tendência nacional de queda de óbitos por Covid-19. Segundo dados do Ministério da Saúde (MS), setembro foi o mês que registrou o menor número de óbitos em decorrência da doença neste ano. A pasta aponta que, ao todo, foram notificadas quase 16,3 mil vidas perdidas pela doença. Na comparação com abril, mês com o maior número de registros, com 82,2 mil óbitos, a redução de mortes foi de 80%. 

Segundo o Secretário-Executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, ainda que os números da doença no Brasil apresentem queda nos registros, a pasta segue com a orientação de continuar com todos os cuidados, como usar máscara, manter uma distância segura das outras pessoas de pelo menos um metro, manter os ambientes ventilados e arejados, além de reforçar a higiene das mãos.

Até o momento, o Governo Federal já aplicou 242,7 milhões de vacinas contra a Covid-19. Dessas, 147,9 milhões referem-se a primeiras doses e 94,7 milhões à segundas doses ou dose única do imunizante. Outros 1,2 milhão de doses foram aplicadas para reforçar a imunidade de idosos com mais de 60 anos, imunossuprimidos e profissionais de saúde.

Em Goiás, levantamento da SES-GO aponta que, com relação à primeira dose de vacinas contra a Covid-19, foram aplicadas 4.884.221 doses e, referente a segunda ou dose única, foram imunizadas 2.880.011 pessoas. (Especial para O Hoje)

Compartilhe: