PC cumpre mandados contra empresas agrícolas acusadas de sonegar R$ 100 milhões em ICMS

Ao todo, as prisões e apreensões estão ocorrendo em 14 cidades, de Goiás, Distrito Federal, Tocantins, Mato Grosso e Pará.

Postado em: 11-11-2021 às 08h00
Por: Ícaro Gonçalves
Ao todo, as prisões e apreensões estão ocorrendo em 14 cidades, de Goiás, Distrito Federal, Tocantins, Mato Grosso e Pará | Imagens: Divulgação/ Polícia Civil

A Polícia Civil de Goiás (PC), em conjunto com a Secretaria de Estado da Economia (SECON), deu início nesta quinta-feira (11/11) ao cumprimento de 29 mandados de busca e apreensão e 7 mandados de prisão contra membros de 17 empresas do setor agrícola, acusadas de sonegar mais de R$ 100 milhões em impostos.

A operação Peneira de Vime está sendo realizada por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT), após investigação realizada por auditores fiscais da Gerência de Arrecadação e Fiscalização (GEAF) e da Coordenação do Agronegócio da Economia (Coagro).

Ao todo, as prisões e apreensões estão ocorrendo em 14 cidades, de Goiás, Distrito Federal, Tocantins, Mato Grosso e Pará.

Continua após a publicidade

Entenda o caso

O trabalho investigativo se iniciou com auditores fiscais da GEAF e Coagro, que ao analisarem documentos fiscais emitidos pelas empresas em questão, verificaram fortes indícios de falsidade ideológica e fraudes fiscais. Após isso foi requerido a intervenção policial.

A investigação aponta a existência de um esquema criminoso criado para sonegar o ICMS devido ao Estado de Goiás pela venda de grãos para outros estados, em especial milho e soja. As vendas ocorriam por meio de empresas de fachadas criadas em nomes de laranjas para esconder os verdadeiros responsáveis pelo pagamento do tributo.

Além das prisões e apreensões, a Polícia Civil requereu ao Poder Judiciário o bloqueio de R$ 60 milhões das contas dos investigados.

Os mandados, proferidos pela MMa. Juíza de Luziânia, estão sendo cumpridos em Goiânia, Luziânia, Senador Canedo, Aparecida de Goiânia, Nerópolis, Itumbiara, Cachoeira Dourada, Cuiabá-MT, Brasilândia-MT, Xinguara-PA, Conceição do Araguaia-PA, Marabá-PA, Santa Rosa do Tocantins-TO e no Distrito Federal.

Abaixo, veja vídeos da operação:

Veja Também