Chás emagrecedores ou diuréticos podem causar danos à saúde ou levar até a morte, alerta Cremego

Um caso recente é da cantora Paulinha Abelha. Sua morte traz um alerta sobre o uso abusivo de medicamentos e chás que prometem o emagrecimento

Postado em: 11-03-2022 às 13h10
Por: Alexandre Paes
Um caso recente é da cantora Paulinha Abelha. Sua morte traz um alerta sobre o uso abusivo de medicamentos e chás que prometem o emagrecimento | Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira (11/3), o Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) emitiu um alerta sobre os riscos dos chás emagrecedores para a saúde. Segundo o conselho, é necessário que as pessoas tenham a consciência dos efeitos colaterais para o organismo, que podem gerar diversos problemas, e até levar à morte. 

Um caso recente e bastante conhecido é o da cantora Paulinha Abelha. Sua morte traz um alerta sobre o uso abusivo de medicamentos e chás que prometem o emagrecimento. Os médicos ainda investigam a causa do óbito, mas entre os motivos levantados, está a utilização excessiva de chás e remédios diuréticos.

O alerta do Cremego afirma ser um mito a ideia de que os chás são naturais e, portanto, sem efeitos colaterais ou riscos. “O consumo de chás emagrecedores representa um grande risco para a saúde, podendo, inclusive, levar à falência de órgãos e à morte”, pontuou o órgão.

Continua após a publicidade

“A literatura médica, aponta que combinações de ervas tanto para o emagrecimento quanto para outros fins ditos medicinais podem ser prejudiciais ao corpo, pois algumas apresentam um alto grau de hepatotoxicidade, causando sérios danos ao fígado”, concluiu o alerta.

Chás e fitoterápicos consumidos sem orientação podem prejudicar o funcionamento normal de uma série de glândulas que regulam funções essenciais no nosso organismo, salienta a endocrinologista Lorena Lina Amato.

“Existe uma gama imensa de medicamentos que vêm de plantas, mas algumas substâncias naturais podem atrapalhar a função da glândula adrenal, por exemplo, que a responsável pela produção do cortisol [hormônio que controla estresse] e da aldosterona [hormônio responsável pelo equilíbrio hídrico do organismo]. Existem substâncias que podem atrapalhar função pancreática, tiroidiana.” destacou a especialista.

Portanto, o alerta o Conselho e que, caso o paciente necessite ou queira procurar métodos para emagrecimento, o correto e consultar um médico.

Veja Também