Empresário é acusado por tentativa de homicídio contra dois homens na orla de lago, em Iporá

Na denúncia, o MP-GO ainda acusou Martins de lesão corporal, ameaça, porte de arma de fogo de uso permitido, embriaguez ao volante e por entregar a direção de veículo automotor a pessoa não habilitada

Postado em: 02-08-2022 às 10h56
Por: Rodrigo Melo
Lago Pôr do Sol - Iporá | Foto: Reprodução

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) ofereceu denúncia contra o empresário Ronivaldo Martins Peres, suspeito de tentar matar Murilo Bento da Silva e seu pai, Valdiney Bento da Silva, a tiros de arma de fogo. Os crimes foram praticados na madrugada de 26 de março, em frente a um bar na orla do Lago Pôr do Sol, em Iporá.

Na denúncia, o MP-GO ainda acusou Martins de lesão corporal, ameaça, porte de arma de fogo de uso permitido, embriaguez ao volante e por entregar a direção de veículo automotor a pessoa não habilitada. 

Leia também: MP-GO entrega carta ao prefeito de Goiânia com pedido de ações para pessoas em situação de rua

Continua após a publicidade

Entenda o caso

Segundo as investigações, Valdiney Bento e Ronivaldo Martins negociaram a troca de uma camionete em um trator, contudo, o negócio não se concretizou, situação que motivou o desentendimento entre os envolvidos.

Conforme relatado do promotor de Justiça Luís Gustavo Soares Alves, naquela madrugada eles se encontraram no bar, onde Ronivaldo bebia acompanhado por Murilo. Em um certo momento, ele entregou as chaves do carro para o jovem, que não não tem carteira de habilitação. Murilo saiu em seguida.

Na sequência, Ronivaldo aproximou-se da mesa onde estava Valdiney e, mesmo depois que as pessoas que estavam no local pediram que ele saísse do bar, o acusado acertou um soco na boca de Valdiney. Logo após, o segurança do bar e outras pessoas intervieram e conduziram o denunciado para fora do estabelecimento. Durante o ocorrido, Ronivaldo ameaçou Valdiney dizendo que iria matá-lo.

Já do lado de fora do bar, Ronivaldo se aproximou das vítimas e, segurando a arma de fogo, apontou em direção a Valdiney Bento. O filho da vítima, que havia voltado ao bar, tentou defender o pai, mas como Valdiney estava escondido atrás de um carro, Ronivaldo atirou na direção de Murilo.

O jovem foi atingido e sobreviveu após o pronto atendimento médico. De imediato, o denunciado e seu filho saíram do local, mesmo tendo Ronivaldo bebido.

Veja Também