Adolescente é condenada a pagar US$ 150 mil por matar estuprador nos EUA

Juiz determinou que Pieper receberia cinco anos de liberdade condicional, prestaria 200 horas de serviço comunitário e pagaria US$ 150.000 em restituição

Postado em: 15-09-2022 às 11h05
Por: Mariana Fernandes
O advogado de Pieper disse à imprensa, que estava satisfeito com o adiamento da sentença no tribunal | Foto: Ilustrativa

Uma menina de 15 anos que matou um homem que a estuprou várias vezes deve pagar à família dele US $150.000 (equivalente a R$ 779 mil) em restituição. 

Pieper Lewis, que matou seu suposto estuprador em 2020, recebeu a condenação adiada do juiz distrital do condenado, David Porter, depois de se declarar culpado de homicídio voluntário e lesão intencional. 

O juiz, determinou que a menina receberia cinco anos de liberdade condicional, prestaria 200 horas de serviço comunitário e pagaria US$ 150.00 por ser culpada. A lei de lowa exige que o tribunal condene os infratores a pagar ao menos o menor valor determinado, US$ 150 mil, por matarem outra pessoa. 

Continua após a publicidade

Pieper, conta no acordo de confissão que fugiu inúmeras vezes e acabou dormindo no corredor de um complexo de apartamentos. Entre suas fugas , um homem a acolheu, mas ela foi embora quando ele se tornou abusivo. Outrora foi morar com um homem que fez um perfil de namoro para ela e fez um esquema para que homens a cortejassem por dinheiro. Ela morava com ele até abril de 2020 até ser presa por matar Brooks. 

O advogado de Pieper disse à imprensa, que estava satisfeito com o adiamento da sentença no tribunal. ‘ ”Estamos muito entusiasmados com a decisão do juiz Porter no caso. Um julgamento adiado permitirá que Pieper viva uma vida plena”, disse. ”Pieper é extremamente grata por todo o amor, compaixão e apoio que ela recebeu. Qualquer um que a conheceu imediatamente se apaixona por ela”, completou.

Veja também: Tarcísio Freitas pede desculpas por deputado bolsonarista que ofendeu jornalista durante debate em SP

Veja Também