Polícia investiga morte de gatos envenenados e esquartejados em condomínio

Segundo a síndica do condomínio, os gatos foram assassinados em pouco mais de um mês.

Postado em: 20-09-2022 às 12h40
Por: Luan Monteiro
Segundo a síndica do condomínio, os gatos foram assassinados em pouco mais de um mês.

A Delegacia Especializada de Investigação de Crimes contra Fauna de Minas Gerais investiga a morte de cerca de 10 gatos que foram encontrados envenenados e esquartejados em um condomínio de Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Segundo a síndica do condomínio, Nancy Moreira, os gatos foram assassinados em pouco mais de um mês, o que assustou os moradores dos oito prédios que compões o complexo, que já registraram dois boletins de ocorrência.

A maioria dos animais teria sido envenenada, mas alguns foram mortos com requintes de crueldade.

Continua após a publicidade

A empresária Maria Silveira Magalhães Vilela, tutora de July, uma gata siamesa, de quatro anos, que foi assassinada na última passada, disse, ao R7, que não entende tanta crueldade. “Cheguei em casa e a encontrei sem vida, com a boca espumando, com sinais claros de envenenamento”, contou.

A gata era a principal companhia do pai de Maria que é viúvo há cinco anos, e a queridinha dos sobrinhos. “A família toda está muito abalada”, diz.

Outra gata que havia acabado de dar à luz foi esquartejada junto com seus três filhotes. “Deixaram as partes espalhadas pelas áreas comuns dos prédios, uma crueldade sem tamanho”, explicou Maria.

A Polícia Civil de Minas Gerais, por sua vez, informou em nota que abriu um procedimento investigativo, “ao tomar conhecimento do crime de maus-tratos a gatos”. “Autoridade Policial requisitou exames periciais e os trabalhos investigativos estão em andamento pela Delegacia Especializada em Investigação de Crime Contra a Fauna”, disse.

Veja Também