Suspeitos que se passavam por advogados são presos por homicídio e estelionato; em Alvorada do Norte

Os dois, ainda, participaram de um ato criminoso por meio do qual um homem foi assassinado com disparos de arma de fogo

Postado em: 22-09-2022 às 18h48
Por: Ana Bárbara Quêtto
Os dois, ainda, participaram de um ato criminoso por meio do qual um homem foi assassinado com disparos de arma de fogo | Foto: Divulgação

A Delegacia de Polícia de Alvorada do Norte deflagrou o cumprimento de prisões temporárias e busca e apreensão, na última terça-feira (20/9). Segundo as investigações, uma mulher e um homem se apresentavam como advogados, agindo em comunhão de desígnios, com ajuda de advogados.

Os dois, ainda, participaram de um ato criminoso por meio do qual um homem foi assassinado com disparos de arma de fogo. A polícia informa que a vítima se tratava de um usuário de drogas, que estava vivendo em extrema precariedade.

Com isso, o indivíduo que se passava por bacharel estava utilizando a conta bancária da vítima para movimentar valores financeiros. O suspeito também comprou uma carta de crédito no valor de R$ 209 mil reais e de dois seguros de vida em nome do prejudicado, sendo que em um dos seguros de vida, ele próprio seria o beneficiário.

Continua após a publicidade

Após a aquisição do seguro, o homem foi morto as margens do Rio Corrente, local de difícil acesso no município de Alvorada do Norte. De acordo com a suspeita, após o assassinato, um advogado juntamente com o individuo que se apresentava como advogado, coagiram a mãe da vítima à entregar o acesso aos valores da carta de crédito e valores dos seguros de vida.

O defensor de acordo com a mãe, disse que seria o delegado da cidade, com intuito de pressionar a mulher, inclusive o advogado assinou a procuração pública, uma vez que a mulher é analfabeta.

Leia também: Cantor é preso por furtar R$ 130 mil em materiais do apartamento de um fotógrafo, em Goiânia

Prisão e apreensão

Com isso, os envolvidos foram presos de forma temporária e o Poder Judiciário também solicitou busca e apreensão domiciliar. Na residência da mulher detida foi encontrada grande quantidade de drogas, dezenas de invólucros para embalar cocaína, dinheiro em espécie, armas de fogo, munições, joia, aparelhos celulares e máquina de cartão de crédito.

No automóvel em que estava um dos advogados e o suspeito que se passava por advogado, foi localizada uma arma de fogo pertencente ao segundo indivíduo. A suspeita foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico ilícito de entorpecentes. Além disso, um dos autores não foi localizado durante a operação.

Veja Também